Jornal do Commercio
nação

Acabou o Carnaval

Brasileiros cobram organização no País

Publicado em 16/02/2016, às 18h22

Mª do Carmo Vasconcelos

É hora de levar a sério, de enxergar o que se fez com o nosso Brasil, com o nosso povo, enquanto dormíamos, enquanto vivíamos a nossa vida, trabalhando para pagar contas e uma infinidade de impostos. Fomos pegos de surpresa, se apoderaram e afundaram nosso País! Enquanto dormíamos, o Brasil estava sendo roubado. A Petrobras, uma grande empresa, reconhecida internacionalmente, era saqueada, sangrada até a morte, a corrupção tomava conta, deixando-nos chocados com tamanha irresponsabilidade. Nossa saúde afundou de vez. E ainda temos que conviver com epidemias graves devido a um mosquito, que encontrou no Brasil o lugar perfeito para se reproduzir. Acabou o Carnaval! Queremos nosso País de volta!

Palavras-chave


Comentários

Por LUIZ MARIO DE FRANCA,06/03/2017

Carnaval 2017 - Muitos falam do carnaval, que a festa de momo traz violência, roubos, gaya ou cifre, estupros e outros, esses convarden esquecem que o ano tem 365 dias, e todos os dias acontecem tudo o que relatei, mais eles descontam no carnaval, sou defensor do carnaval, onde os músicos de orquestra de frevo, esperam o ano todo para poder trabalhar , a geração de emprego e rendas para os trabalhadores autônomos de latinhas e espetinhos, o comércio de bebidas. tecidos e outros.

Por Ruy Ferraz,29/03/2016

Maria do Carmo Vasconcelos em sua carta intitulada "Acabou o carnaval" disse muita coisa que não é verdade, por exemplo: disse que nós, brasileiros, estávamos de brincadeira ( foi daí que foi tirado o título do texto, "Carnaval" = brincadeira ) sobre essa história de que a corrupção estragou o Brasil. Também não concordo com o fato de sermos pegos de surpresa com essa infinidade de contas e impostos para pagar. Discordo que o governo tenha se apoderado e afundado o país. Ela disse que enquanto dormíamos, o Brasil estava sendo roubado: não, ele não estava, apenas aconteceu um imprevisto e o dinheiro foi "deslocado". Porém, eu, Ruy Ferraz, concordo que está ocorrendo muita epidemia causada pelo mosquito do gênero Aedes, sim, mas isso não é um problema, essas doenças tem cura. Para que tenha essa cura, o governo tem que investir mais, não é legal você ver um bebezinho com uma "doença mental". TIREM TODA A ÁGUA DE GARRAFAS, TAMPEM CAIXAS DE ÁGUA, EVITE O MOSQUITO, JUNTOS VAMOS ALÉM

Por Marie,17/02/2016

É eles continuam no Poder...e pior não sairão...a´te que a população em geral acorde e vá em peso para as ruas! Pare o Brasil! Por completo! O depoimento do barba e da mulher foi cancelado...Isso é Brasil País da impunidade!

Por waldir,16/02/2016

De nada adiantará ter o País de volta se esta corja de corruptos, ladrões, saqueadores permanecerem no País, rindo de todos não sabendo de nada, cadê aqueles homens de roupas verde?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM