Jornal do Commercio
Cidades

Uma história de solidariedade

Leitora conta como uma carteira perdida lhe fez acreditar que Deus existe

Publicado em 18/05/2011, às 17h00

Maria Auxiliadora Novaes

Gostaria de registrar fato ocorrido dia 6 de maio, por volta das 17h00. Meu esposo ia de ônibus do Derby para Boa Viagem quando perdeu sua carteira dentro do coletivo. Ficou sem nenhum documento e sem dinheiro para voltar ao hotel na Boa Vista onde estava hospedado.

Ressalto aqui que em primeiro lugar ele contou com a ajuda do motorista do ônibus (Boa Viagem para Boa Vista), pois permitiu que ele embarcasse. Em seguida, sabendo do ocorrido, vários passageiros contribuíram com pequenas quantias para ele conseguir chegar ao hotel. A partir daí ele contou com a ajuda dos nossos amigos e conterrâneos, os irmãos Leonardo e Lucíolo Xavier.

O mais inacreditável vem a seguir; a carteira foi encontrada por uma moradora do bairro Brasília Teimosa, a senhora Rejane da Silva Almeida que, junto com sua filha, Gisele, entrou em contado através do número do telefone que estava na carteira. Em menos de 24 horas meu esposo a recebia de volta. São essas pessoas honestas e solidárias que nos ajudam a acreditar que a humanidade ainda tem esperança e que realmente Deus existe.

Maria Auxiliadora é moradora de Floresta, PE


Comentários

Por João ,28/07/2016

Que legal essa história



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM