Jornal do Commercio
Tragédia

Perícia: 'local do acidente no metrô com PMs é de visibilidade nula'

Comentários

Por ismael ,19/05/2018

Profundamente lamentável esta infeliz fatalidade, meus profundos respeitos e condolências a todos estes meus irmão de farda, seus familiares, amigos e parceiros de serviço. Em quase 28 anos de serviço convivi com estas más notícias, particularmente esta enfatiza o quanto é dolorosa e dificil nossa profissão. Em uma minha única frase eu defino tal míster,..."OS HEROIS SÃO COMO OS POETAS,....NUNCA MORREM,...SIMPLESMENTE SEMPRE RENASCEM". SILÊNCIO.!!!

Por josé pewtronio de Goes,17/05/2018

Concordo com o presidente da associação dos cabos e soldados, n os quando na ativa sacrificamos as nossas vidas para defender a sociedade que muitas vezes não reconhece o trabalho da polícia. Não é demais lembrar que o cidadão comum ao sair de casa diz até logo, o policial diz adeus á familia, não sabe se volta com vida.

Por moisarley,16/05/2018

Na minha opinião, esses PMs não deveriam ter entrando na linha férrea para salvar a vida de um bandido de um quadrilha rival. Deixem que eles se resolvam a sós. Nessa caso era bandido matando bandido, era menos um na rua para nos assaltar !!!!

Por Carmen Albuquerque,16/05/2018

Gente, vamos no mínimo respeitar a dor das famílias.

Por Edielson,16/05/2018

Os policiais colocaram a vida deles em 3 riscos de morte entrando na via férrea: Bala, atropelamento e choque elétrico. Lamento o ocorrido, vivemos em sociedade cheia de armadilhas e todo cuidado é pouco.

Por LYRA,16/05/2018

É lamentável que profissionais sejam tão maus treinados, ou seja, se morreram dois policiais e dois encontram-se entre a vida e a morte, somente por estarem perseguindo BANDIDOS por entre os trilhos do metrô, imaginem se fosse partir para um verdadeiro enfrentamento armado com esses marginai. Faz pena homens maus treinados e maus pagos perderem as vidas de uma maneira tão banal, ao tempo que os "DOUTORES" vereadores, a maioria analfabetos ou portadores de diplomas falsos ou comprados ganharem tanto dinheiro para nada fazerem a não ser receberem propinas e tomarem cachaça e muitos ainda são participantes ou ex participantes de gangues.

Por Glauce,16/05/2018

Quem esta falando boboseiras são voces, dois pais de família morrem, trabalhando e vc ainda vem com críticas, que falta de amôr e humanidade. Meus sentimentos a família.

Por Gleydson,16/05/2018

Quanta baboseira em um só comentário! O indivíduo diz: "Quantos maloqueiros que jogam pedras no metrô morreram atropelados? Esses maloqueiros sabem mapear os perigos do local." Os maloqueiros sabem "mapear" os perigos do local e mesmo assim morrem. Acho que estou meio devagar hj pra enter asneiras.

Por ASM,16/05/2018

Despreparados e corporativistas. Quantas famílias não perderam a vida através do cinismo e corporativismo da polícia. E vem com papo oportunista de "colega morreu pela sociedade". Não conseguem nem preservar a própria vida. Foram surpreendidos pq não se ligaram dos perigos do local. Quantos maloqueiros que jogam pedras no metrô morreram atropelados? Esses maloqueiros sabem mapear os perigos do local. Então botam os maloqueiros pra treinar a polícia, oras.

  • 1


Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM