Jornal do Commercio
PRESERVAÇÃO

CPRH apresenta novo centro de triagem de animais silvestres

Espaço deve começar a funcionar em 60 dias, no local que abrigou antigo criadouro de aves, na Guabiraba

Publicado em 03/07/2015, às 14h16

Pássaros apreendidos pela Cipoma serão levados para o novo Cetas / Rodrigo Lobo/ Acervo JC Imagem
Pássaros apreendidos pela Cipoma serão levados para o novo Cetas
Rodrigo Lobo/ Acervo JC Imagem
Claudia Parente

A Agência estadual do Meio Ambiente (CPRH) e Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) apresentaram, na manhã desta sexta-feira (3), o novo Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas-PE), que vai receber bichos apreendidos ou recebidos de criadores não legalizados. Batizado com o nome de Tangara em homenagem ao pássaro "pintor", o Cetas será instalado num espaço de cinco hectares onde outrora funcionava o criadouro de aves Chaparral, no Km 8 da PE-16, bairro da Guabiraba, no Recife. A previsão é que comece a funcionar em 60 dias.

A diretora-presidente da CPRH, Simone Souza, destacou que, além de socorrer os animais, o Cetas ajudará na formação de estudantes que vão atuar na clínica-escola veterinária, que será construída no espaço. "Fizemos uma parceria com a Faculdade Maurício de Nassau para viabilizar esse projeto", informa. Além da construção da clínica, a primeira etapa do projeto prevê reforma dos recintos, baias e do setor de triagem de animais, estrutura que o Chaparral já possuía.



O Ibama repassou a gestão de fauna à CPRH em abril de 2014. Desde então, a agência passou a ter o dever receber, identificar, marcar, triar, avaliar, recuperar, reabilitar e destinar a fauna silvestre proveniente da ação da fiscalização, resgates ou entrega voluntária. Somente de Janeiro a junho de 2015 foram recebidos 2.871 animais.

O projeto do Cetas tem vários parceiros da iniciativa privada: Odebrecht realizações, imobiliárias, Odebrecht Ambiental, Grupo Ricardo Brennand, Universidade Maurício de Nassau, Grupo Cornélio Brennand e Sindcosmbustíveis, além de contar com o apoio da Shineray e da TAM.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM