Jornal do Commercio
CAUSA ANIMAL

Protetores denunciam destruição de casas para gatos abandonados na Beira Rio

Estruturas teriam sido retiradas e danificadas por agentes da Prefeitura do Recife

Publicado em 22/06/2017, às 19h30

Cerca de 40 casinhas ajudavam a proteger os gatos nos dias de chuva / Foto: Divulgação
Cerca de 40 casinhas ajudavam a proteger os gatos nos dias de chuva
Foto: Divulgação
Editoria de Cidades

Os gatos que vivem em um dos pontos mais emblemáticos de abandono da capital, a Avenida Beira Rio, na Zona Norte do Recife, estão agora desabrigados. Protetores e ativistas ligados a ONGs de defesa animal denunciaram a retirada, nessa quarta-feira (21), das cerca de 40 casinhas montadas por eles para proteger os gatos da chuva.  

"Um homem que se identificou como arquiteto da prefeitura ordenou a retirada e destruição das casinhas por garis, dizendo que a área era alvo de um projeto de revitalização. Ele foi muito agressivo com os animais e protetores", afirmou a publicitária Eunice Pereira, da ONG Gatinhos Urbanos.  

Apenas sete das 40 estruturas puderam ser reaproveitadas. "Coloquei de volta o que sobrou, mas foi um prejuízo muito grande. A situação desses gatos está na Justiça, não estamos fazendo nada de irregular cuidando deles até que haja alguma solução. Eles não têm onde se abrigar", afirmou a protetora. 



Segundo Eunice, as estruturas não causavam problemas a ninguém. "Não atrapalhavam em nada. Eu varro o local todos os dias, mesmo não sendo serviço meu. A sujeira quem faz são os usuários de drogas, mesmo assim eu mantenho o ambiente sempre limpo", desabafou.  

RESPOSTA 

Em nota, a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) esclareceu que realizou, na última quarta-feira (21), uma operação de limpeza para remoção de resíduos acumulados em trechos diversos da Avenida Beira Rio. O local possui pontos de descarte irregular de lixo e também sofre com acúmulo de materiais trazidos pela variação da maré. Além disso, é alvo frequente de denúncias da população solicitando a retirada do lixo. Desse modo, mutirões para retirada de lixo na área são realizados rotineiramente. O órgão também tem intensificado a fiscalização com o objetivo de coibir esse descarte. 

Sobre os animais encontrados na área, a Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais do Recife (Seda) afirmou que acompanha a situação e já realizou, desde agosto de 2015, a castração e microchipagem de mais de 80 gatos da Avenida Beira Rio e continua agendando castrações sempre que é requisitada.  




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM