Jornal do Commercio
CIÊNCIA

Mostra do Espaço Ciência explora laboratório que existe em cada casa

A exposição "Minha Casa tem Ciência?" foi inaugurada nessa terça-feira e se estende por todo o ano

Publicado em 03/01/2018, às 08h00

As famílias que visitaram a exposição no primeiro dia, aprovaram a iniciativa / Foto: Leo Motta/ JC Imagem
As famílias que visitaram a exposição no primeiro dia, aprovaram a iniciativa
Foto: Leo Motta/ JC Imagem
Editoria de Cidades

O Espaço Ciência, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, Grande Recife, acaba de ganhar mais uma atração, que promete diversão e aprendizado para toda a família em 2018. A exposição Minha Casa tem ciência? foi inaugurada nessa terça-feira (2) e deve se estender durante o ano inteiro. Nela, é possível percorrer os cômodos de uma casa e perceber o quanto de ciência existe no dia a dia.

A mostra conta com quarto do casal, quarto das crianças, sala, cozinha, banheiro e lavanderia. Em cada ambiente, há uma série de lições a serem aprendidas através de vídeos, experimentos e explicações dos monitores.

Na sala, um vídeo em 3D dá as boas-vindas aos visitantes, contando a história da química e da humanidade. No quarto do casal, crianças e adultos são convidados a aprender sobre a “química do amor”. No banheiro, os visitantes descobrem para onde vão os dejetos após a descarga e ainda podem realizar experimentos com pasta de dente e outros produtos de higiene, para aprender sobre ácidos e bases. No local, também é possível soltar a voz no chuveiro, em um karaokê com paródias referentes à ciência.

Na lavanderia, as famílias podem descobrir particularidades de cada tecido, aprendendo, por exemplo, com que produtos podem remover manchas e por que cada roupa deve ser passada em uma temperatura diferente. “Queremos mostrar que a ciência e a química estão presentes até naquelas coisas que a gente não repara”, destaca a monitora museu Rute Vital.



No quarto das crianças, os pequenos aprendem sobre a importância do sono para o desenvolvimento e aprendizado. Os pais da pequena Maria Alice, de 5 anos, aprovaram a iniciativa. “Ela tem uma resistência na hora de ir para a cama. Agora, tenho um argumento para explicar porque ela precisa dormir na hora certa”, comemorou o consultor de vendas Alexsandro Silva, 34, pai da menina.

Mãe de Maria Alice, a professora Diuslene Queiroz, 32, elogiou a novidade. “É uma oportunidade para aprender e se divertir durante as férias. Minha filha é muito curiosa e, para mim, é uma chance de estimular o aprendizado dela.”

ACESSIBILIDADE

A exposição também é acessível a pessoas com deficiência. “A questão da acessibilidade é muito presente. Temos QR Codes em todos os cômodos, para vídeos em Libras, além de informações em braile”, destacou a monitora. O museu abre de segunda a sexta-feira, das 13h às 17 horas e nos fins de semana, das 13h30 às 17 h.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM