Jornal do Commercio
Notícia
MANCHAS DE ÓLEO

Óleo avança na noite deste sábado e chega à praia de Muro Alto

Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver os voluntários retirando o óleo

Publicado em 19/10/2019, às 20h59

No vídeo, é possível ver as porções do material sendo recolhidas / Foto ilustrativa: Bruno Campos/JC Imagem
No vídeo, é possível ver as porções do material sendo recolhidas
Foto ilustrativa: Bruno Campos/JC Imagem
Thalis Araújo
Atualizada às 21h42

As manchas de óleo que atingem as praias do Nordeste voltaram a aparecer na praia de Muro Alto, no Litoral Sul, na noite deste sábado. Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver os voluntários pedindo ajuda com materiais de proteção individual. A equipe reforça que o trabalho empenhado está dependendo, apenas, do Comitê de Crise de Ipojuca. “Estamos dispostos a trabalhar 24h, mas precisamos das condições mínimas também”, conclui a publicação.

Confira a publicação

A reportagem do JC tentou contato, por telefone, com o Superintendente de Conservação da Biodiversidade, Maurício Guerra, que confirmou a chegada de uma nova camada de óleo em Ipojuca por volta das 19h30.

Pequenas porções de óleo invadiram as praias do Pontal do Cupe, Maracaípe e Pontal do Maracaípe, todas em Ipojuca, e cartões postais do Litoral Sul de Pernambuco. A substância foi encontrada em outras praias daquele município como Camboa, Toquinho, Merepe, Enseadinha, Cupe, Muro Alto e Serrambi. Até a tarde deste sábado (19), o óleo não tinha chegado a Porto de Galinhas. Já à noite, o óleo chegou em grandes proporções à praia de Muro Alto.

A reportagem do Jornal do Commercio esteve na manhã do domingo (20) em Muro Alto e registrou os sacos contendo óleo cru que foram recolhidos durante a madrugada pelos voluntários, enquanto novas manchas chegavam à praia. Alguns animais mortos também chegaram à praia, entre eles uma tartaruga marinha.

Confira o vídeo da sucção do óleo em Muro Alto

As manchas de óleo também afetaram as praias de Maracaípe e Cupe

Os vestígios de óleo que foram retirados das praias de Ipojuca contabilizaram 4 toneladas até às 15h30 da tarde deste sábado (19). A informação foi repassada pela assessoria de imprensa da prefeitura. As manchas de óleo que vem aparecendo em todo litoral nordestino desde o final de agosto aportaram neste sábado nas praias de Maracaípe, Camboa, Toquinho, Merepe, Enseadinha, Cupe, Muro Alto e Serrambi. Até o momento não foi contabilizado óleo em grande quantidade na praia de Porto de Galinhas, a mais famosa do Estado.

Confira as imagens


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

O que se sabe sobre o óleo

Fernando de Noronha está sob monitoramento

Patrimônio Natural da Humanidade declarado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, e um dos destinos mais procurados, a ilha de Fernando de Noronha está sendo monitorada em meio ao desastre das manchas de óleo no Nordeste. A assessoria de imprensa Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas) informou, na noite desta sexta-feira (18), que não há, até o momento, sinais da substância nas praias do arquipélago. No entanto, já foi providenciado o envio do material necessário para que seja feita a instalação de barreira de contenção.

Manchas avançam e chegam à praia dos Carneiros

As manchas que já tinha atingido São José avançaram até a Praia dos Carneiros, também no Litoral Sul, na manhã desta sexta-feira (18). De acordo com moradores, a presença do óleo pôde ser observada a partir das 5h. O derramamento de óleo já havia sido registrado na região através de vestígios, mas reapareceu de forma mais intensa nesta manhã. Centenas de voluntários ajudaram na limpeza de toda a orla. Alguns restaurantes fecharam suas portas para empenharem todos os esforços à limpeza da praia.

Neste sábado (19), 30 toneladas de óleo foram recolhidas

Voluntários, funcionários de hotéis e pousadas, funcionários dos governos estadual e municipais retiraram juntos cerca de 30 toneladas das praias de Pernambuco somente neste sábado (19). Só em Ipojuca, 4 toneladas foram retiradas. Somado ao material dessa sexta-feira (18), 50 toneladas de óleo foram recolhidas do Estado. Além das praias, também foi removido material em alto-mar, na altura da praia de Muro Alto, em Ipojuca, por um dos barcos contratados pelo governo do Estado, e em alguns rios.

"Pelo terceiro dia consecutivo conseguimos fazer (o recolhimento no mar) a partir da localização da mancha pela prefeitura de Ipojuca, a dois quilômetros da praia do Cupe. Um navio foi cedido pelo Porto do Recife para fazer isolamento e sucção de mais de 80% desse material. Não retiramos 100% por conta da subida da maré", explicou o secretário de meio ambiente de Pernambuco, José Bertotti, em coletiva na noite do sábado no Palácio do Campo das Princesas.

Ele afirma, que a coleta dos resíduos avançou neste sábado. Segundo o secretário, foi feito um trabalho de parceria com empresas que fazem a coleta dos resíduos. O material recolhido está sendo levado para um aterro sanitário na cidade de Igarassu, no Grande Recife. Pernambuco solicitou apoio da Petrobras para recolhimento posterior do óleo.

Veja a lista de praias afetadas pelo óleo

•Boa Viagem - Recife - oleada/vestígios esparsos

•Praia Del Chifre - Olinda - oleada/vestígios esparsos

•Candeias - Jaboatão dos Guararapes - oleada/vestígios esparsos

•Piedade - Jaboatão dos Guararapes - oleada/vestígios esparsos

•Praias de Gamboa - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Praia de Nossa Senhora do Ó - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Porto de Galinhas - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos*

•Cupe - Ipojuca - oleada

•Maracaípe - Ipojuca - oleada

•Serrambi - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Enseadinha - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Muro Alto - Ipojuca - oleada

•Pau Amarelo - Paulista - oleada/vestígios esparsos*

•Conceição - Paulista - oleada/vestígios esparsos

•Carneiros - Tamandaré - oleada

•Tamandaré - Tamandaré - oleada

•Ilha Cocaia - Cabo de Santo Agostinho - oleada/vestígios esparsos*

•Praia do Paiva - Cabo de Santo Agostinho - oleada/vestígios esparsos*

•Praia do Forte Orange - Ilha de Itamaracá - oleada/vestígios esparsos*

•Catuama - Goiana - oleada/vestígios esparsos*

•Ponta de Pedras - Goiana - oleada/vestígios esparsos*

•São José da Coroa Grande - oleada

*Apesar de afetadas, atualmente não há registro do material nestas praias. Fonte: Ibama e Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM