Jornal do Commercio
Notícia
Medida Cautelar

TCE manda suspender obras de via na praia de Barra de Jangada, em Jaboatão

Decisão foi divulgada no Diário Oficial desta quinta-feira (30)

Publicado em 30/01/2020, às 15h59

TCE manda suspender obras da via / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
TCE manda suspender obras da via
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Bruna Oliveira

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) deferiu uma Medida Cautelar para determinar que a Prefeitura Municipal de Jaboatão dos Guararapes suspenda todos os atos relativos à execução da obra de abertura da via pública para tráfego de veículos sobre a área de praia no bairro de Barra de Jangada. Decisão foi anunciada por meio do Diário Oficial nesta quinta-feira (30).

>> Abertura de pista em área de desova de tartarugas em praia de Jaboatão gera polêmica

De acordo com o TCE, foi considerado que o local em que está sendo realizada a obra da via aberta se trata de uma área de Preservação Permanente (APP) e uma reserva biológica. Além do local também ser um local monitorado como área de desova de tartarugas marinhas.

Outro ponto considerado para a suspensão das obras foram, segundo o TCE, os vários indícios de irregularidades, com ausência de sinalização de segurança em canteiro de obras, placas de informação de responsabilidade técnica e do valor da obra. Também foi considerada as ausências de isolamento da área em obra, licenciamentos ambientais e autorizações dos órgãos competentes.

O TCE concedeu o prazo de cinco dias para o prefeito de Jaboatão dos Guararapes apresentar esclarecimentos em relação à Medida Cautelar;. 



Movimento Salve Barra de Jangada

O Movimento Salve Barra de Jangada, que não concorda com a construção da via, informou, por meio de uma nota, que a decisão foi uma vitória simbólica por vários motivos.

“A praia de Barra de Jangada hoje respira vitória. As tartarugas marinhas agradecem, o meio ambiente agradece, o planeta terra agradece. O movimento Salve Barra de Jangada continuará atento e articulado em defesa do nosso litoral.”, diz trecho do texto.

Resposta da Prefeitura de Jaboatão

Em nota, a Secretaria Executiva de Serviços Públicos do Jaboatão dos Guararapes disse que a ação realizada em Barra de Jangada era temporária, a pedido dos moradores e comerciantes que estavam preocupados com a falta de segurança na área.

"Não se tratava de obra de construção ou pavimentação de via. O material arenoso foi retirado, na manhã desta quinta-feira (30), pois as ruas Água Doce e Maria Digna Gameiro e trecho da avenida Castelo Branco estão sendo pavimentadas e receberão iluminação de LED. Com essas obras, a gestão municipal contribui para melhorar as condições de fluxo do trânsito e segurança no local. E reitera o compromisso com o meio ambiente", conclui a nota.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM