Jornal do Commercio
Notícia
Crowdfunding

Luciano Huck anuncia financiamento coletivo para ajudar projeto de educação no Recife

O apresentador conheceu o Projeto Amor e Esperança, em Nova Descoberta, e lançou campanha com objetivo de comprar uma sede própria para a instituição

Publicado em 02/10/2019, às 18h56

Huck levou a fundadora do projeto para o palco durante palestra no Recife / Filipe Jordão/JC Imagem
Huck levou a fundadora do projeto para o palco durante palestra no Recife
Filipe Jordão/JC Imagem
JC Online

Em uma das palestras mais concorridas do festival REC'n'Play, nesta quarta-feira (2), além de defender a desburocratização do Estado e a importância da tecnologia no desenvolvimento da sociedade, o apresentador Luciano Huck, que chegou a ser chamado de 'presidente', anunciou um financiamento coletivo para ajudar o Projeto Amor e Esperança, que trabalha com educação infantil no Recife. O objetivo é arrecadar R$ 180 mil para comprar a sede própria da instituição.

O apresentador visitou a sede do projeto, em Nova Descoberta, Zona Norte do Recife, e levou a fundadora do Amor e Esperança Nadjane Cristina, para o palco do auditório do Cais do Sertão.

"Fui na casa dela hoje, super simples, como a grande maioria na periferia. O projeto funciona ao lado, não tem uma poeira no chão, tudo pintadinho de branco, livros, brinquedos, porcelanato no chão, ou seja, tudo que essa mulher ganhou nos últimos 16 anos foi para sua comunidade", explicou ao anunciar a criação do crowdfunding, disponível no site da Benfeitoria, uma plataforma de mobilização de recursos para projetos de impacto cultural, social, econômico e ambiental.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

"Deus colocou a senhora no meu caminho para que eu pudesse contar a história e para que o Recife saiba e entenda a importância de pessoas como você. São esses empreendedores sociais que com muito pouco fazem muito para a sociedade", acrescentou Huck.

Projeto Amor e Esperança

O projeto trabalha com educação infantil através de aulas de reforço e aulas de música com foco em crianças, jovens e adolescentes. Atualmente, são atendidas 70 crianças em dois turnos. Além disso, há aulas de artesanato para as mães das crianças. 

"Esse projeto corre o risco de fechar se eu não tiver como pagar R$ 600 de aluguel por mês. Nossa luta é diária, mato um leão por dia. Não tenho nenhum centavo, mas acredito que esse sonho pode sair da minha mente e tornar-se realidade", disse Nadjane sobre a importância de conseguir comprar a sede para sua instituição.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM