Jornal do Commercio
Notícia
COMPETIÇÃO

Alunos do Recife disputam vaga para mundial de robótica na França

Ao todo, 23 estudantes disputam a Olimpíada Brasileira de Robótica

Publicado em 24/10/2019, às 17h52

Delegação de alunos que estão disputando o mundial de robótica / FOTO: Divulgação PCR
Delegação de alunos que estão disputando o mundial de robótica
FOTO: Divulgação PCR
JC Online

Um grupo de 23 alunos da rede de ensino público do Recife está participando do evento ‘Robótica 2019’, que é um dos mais importantes da América Latina nas áreas de robótica e inteligência artificial. Neste ano, a competição acontece no Rio Grande do Sul, na sede da URFG, onde os alunos disputarão a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), a Latin American Robotic Competition (Larc) e a Mostra Nacional de Robótica (MNR), que vai até o sábado (26). Quem vencer a Olimpíada estará credenciado para disputar o mundial da categoria, em 2020, na França.

Como vai funcionar a competição?

O grande desafio da OBR é a categoria “Resgate”, onde, durante a disputa, robôs programados pelos estudantes do nível 1 (11-14 anos) precisam resgatar uma “vítima”, representada por uma bolinha e levá-la à área de salvamento.

Os alunos do nível 2 (14-19 anos) dão continuidade à competição, suspendendo a “vítima” e colocando em uma área segura.



O que acontece caso os alunos vençam a olimpíada?

Caso os alunos vençam a olimpíada, eles vão se credenciar para a etapa mundial, que vai acontecer no próximo ano, na França, a chamada “Robocup”. A equipe ‘The Hacker Soccer’, do Clube de Robótica do Centro de Educação, Tecnologia e Cidadania (Cetec), da Prefeitura do Recife, também está concorrendo a uma vaga para o mundial na categoria “Robocup Junior”. Os alunos competem com dois robôs jogadores de futebol, um atacante e um goleiro.

O secretário de Educação do Recife, Bernardo D’Almeida, conta que, caso os alunos se classifiquem para o mundial na França, será a quinta vez que eles vão adquirir experiência para a tal competição."Neste ano, os alunos já se classificaram para o mundial na Hungria pela competição WRO, que será no próximo mês. Se eles conseguirem credenciamento para o mundial da França, será a quinta experiência de alunos da rede do Recife em mundiais. Esse acúmulo de experiência, tendo como premissa a educação, incentiva esses estudantes a investirem em pesquisa e desenvolvimento na área de robótica, além de participarem de programas de intercâmbio e troca de experiência com colegas do exterior. Nós estamos investindo no futuro deles", destacou




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM