Jornal do Commercio
Notícia
IGC

Veja quais são as melhores e piores instituições de ensino superior de Pernambuco em índice de avaliação nacional

A Instituições foram avaliadas pelo Índice Geral de Cursos, um indicador de qualidade do Ministério da Educação

Publicado em 13/12/2019, às 11h37

A mellhor Ies segundo o IGC foi o Unibra, do Recife, e a pior a Fafopa, de Araripina / Foto: Divulgação/Unibra e Reprodução/Google Street View
A mellhor Ies segundo o IGC foi o Unibra, do Recife, e a pior a Fafopa, de Araripina
Foto: Divulgação/Unibra e Reprodução/Google Street View
JC Online

Atualizada às 16h

Mais da metade das Instituições de Ensino Superior (Ies) de Pernambuco teve desempenho mediano no Índice Geral de Cursos (IGC), um indicador de qualidade por meio do qual o Ministério da Educação (MEC) avalia as Ies anualmente, que foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nessa quinta-feira (12). Por isso, o JC preparou listas com as melhores e as piores Ies de Pernambuco, segundo IGC.

No índice, cuja nota varia entre um e cinco, e que avaliou 87 Ies no Estado, 58 instituições, o que representa 66,67%, registram média 3. Outras 18, ou 20,69%, alcançaram 2, considerado insuficiente pelo governo federal. A nota 4, ou 10,34%, apareceu para nove faculdades ou universidades. Nenhuma Ies do Estado ficou com o melhor (5) ou o pior (1) resultado.

A nota é definida a partir da pontuação do IGC Contínuo que varia entre zero e 500. Se a pontuação obtida for entre zero a 94, a Ies ganha nota 1. Se alcançar entre 95 e 194 pontos, a instituição fica com nota 2. Conseguir entre 195 e 294 pontos no IGC Contínuo garante nota 3 à Ies. Já se a pontuação obtida variar entre 295 e 394, a nota recebida será 4 e de 395 a 500 pontos, a nota é 5.

Um dos mais importantes indicadores de qualidade das Ies no Brasil, o IGC não leva em consideração o tipo das instituições, se elas são faculdades, centro universitários ou universidades. O índice também não considera o número de cursos existentes na Ies.



Por causa disso, é possível que uma instituição com menos cursos estejam à frente de outras com mais. Isso acontece com a Escola Brasileira de Economia e Finanças, que tem apenas um curso e figura em primeiro lugar no ranking nacional, à frente de universidades com mais de 70 cursos.

Veja a lista das 10 melhores Ies de Pernambuco:

1 - Centro Universitário Brasileiro (Unibra) - 383 pontos
2 - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - 378 pontos
3 - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - 355 pontos
4- Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) - 325 pontos
5 - Faculdade Uninassau Petrolina - 313 pontos
6 - Centro Universitário FBV Wyden (UniFBV Wyden) - 311 pontos
7 - Faculdade Imaculada Conceição do Recife (Ubec) - 311 pontos
8 - Faculdade Santa Helena (FSH) - 302 pontos
9 - Centro Universitário Tiradentes de Pernambuco (Unit-PE) - 298 pontos
10 - Faculdade de Ciências Humanas Esuda (FCHE) - 282 pontos

Veja a lista das 10 Ies de Pernambuco com pior desempenho:

1 - Faculdade de Formação de Professores de Araripina (Fofopa) - 120 pontos
2 - Faculdade de Ciências Sociais dos Palares (Facip) - 136 pontos
3 - Instituto Superior de Educação de Floresta (Isef) - 139 pontos
4 - Escola Superior de Marketing (ESM) - 145 pontos
5 - Faculdade de Ciências da Saúde de Serra Talhada (Facisst) - 160 ponto
6 - União das Escolas Superiores da Funeso (Unesf) - 164 pontos
7 - Faculdade de Santa Cruz (Facruz) - 166 pontos
8 - Instituto Superior de Educação de Pesqueira (Isep) - 170 pontos
9 - Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina (Faciagra) - 172 pontos
10 - Centro de Ensino Superior de Arcoverde (Cesa) - 175 pontos




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();