Jornal do Commercio
recife

Chiadeira com novo binário da Zona Norte é geral

Moradores e comerciantes garantem que a nova reengenharia complicou o trânsito

Publicado em 11/08/2012, às 14h12

 / Foto: Bernardo Soares/JC Imagem
Foto: Bernardo Soares/JC Imagem
Ciara Carvalho

Sete horas da manhã de uma quarta-feira. Mas poderia ser de qualquer dia útil da semana. No entorno da Praça de Parnamirim, na Zona Norte, o trânsito está travado. O que já era ruim ficou pior, na avaliação de quem circula pela região. A implantação do binário das Estradas do Encanamento e do Arraial, há 15 dias, obrigou motoristas a fazerem o que muitos tentavam evitar. Sentenciou carros e ônibus a entrarem no mesmo engarrafamento. Uma única rota de saída. Uma única via para onde convergem os veículos vindos de Casa Forte, Casa Amarela, Parnamirim e áreas vizinhas. A Rua Parnamirim, com suas três faixas, virou o desaguadouro de nada menos do que quatro importantes e movimentadas vias da Zona Norte. E o congestionamento onipresente da área o alvo número 1 das reclamações contra o novo binário.

Infográfico

Binário - 12.8.2012

O problema é a grande quantidade de carros convergindo para a praça. Todos os veículos que saem da Avenida 17 de Agosto, da Rua Desembargador Góis Cavalcante, da Estrada do Encanamento e da Rua Padre Roma (essas duas últimas transformadas em sentido único) vão parar no mesmo lugar. Com a mudança na Rua Padre Roma, o giro da Praça de Parnamirim só serve agora para quem quiser retornar para a Avenida 17 de Agosto.

Pelo projeto original, o binário da Encanamento, na verdade, tinha uma lógica bem diferente da que terminou sendo adotada. Exigia obra física, com a abertura de uma rua ligando a via até a Avenida 17 de Agosto. O projeto terminou sendo adaptado, para garantir a sua implantação. “Se fôssemos esperar a abertura da rua, ia demorar ainda mais. Nosso desafio é justamente dar soluções ao trânsito com engenharia de tráfego. Foi isso o que fizemos”, justifica a presidente da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), Maria de Pompéia.

Apesar dos protestos, a companhia garante que a quantidade de veículos circulando pela área da Praça de Parnamirim é praticamente a mesma. Arrisca dizer que pode ser até menor. Para a CTTU, a diferença é que os motoristas estão circulando com maior velocidade nas vias que deságuam na praça, como a Estrada do Encanamento e a Rua Desembargador Góis Cavalcante. A companhia diz que são cerca de 17 mil veículos transitando no binário. “Como a Encanamento ficou mais rápida, as pessoas têm a sensação de que o gargalo se acentuou na praça. Mas, na verdade, tiramos veículos de lá, transferindo parte do fluxo para a Estrada do Arraial”, afirma a presidente da CTTU.



Para complicar, o conjunto semafórico da área ajuda a reter o trânsito. “Quando o sinal da Rua Padre Roma abre, os carros saem e param 20 metros depois, em mais uma sinalização. Não tem como não engarrafar. Conseguiram complicar o que já era difícil”, diz André Buarque, 40, morador da Torre. Se a reclamação é grande no lado de Parnamirim, na outra ponta do binário, a Estrada do Arraial, as queixas continuam. A retenção dos carros começa já no cruzamento da via com a Rua Cônego Barata. O taxista Francisco Viana diz que hoje leva uma hora para deixar o filho na escola. “Antes eu gastava cerca de 20 minutos para fazer o mesmo percurso. É difícil acreditar que os engenheiros de tráfego da CTTU não estejam vendo esses problemas. Eles precisam ouvir os motoristas que circulam pela Zona Norte”, diz o taxista, morador de Casa Amarela.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM