Jornal do Commercio
Sítio histórico

Prédio do Seminário de Olinda é interditado sob risco de desabamento

Os 55 seminaristas e 4 padres que moram no prédio têm duas semanas para sair deixar o local

Publicado em 28/05/2015, às 11h20

Interdição do prédio já era esperada pelos religiosos / Foto: Divulgação
Interdição do prédio já era esperada pelos religiosos
Foto: Divulgação
Do JC Online
Atualizada às 15h

A Igreja e o Seminário Nossa Senhora da Graça, mais conhecido como Seminário de Olinda, no sítio histórico da cidade, foram interditados na manhã desta quinta-feira (28), pela Defesa Civil de Olinda. Segundo a secretária executiva da Defesa Civil, Kátia Marsol, o piso da igreja está com deformações no trecho central. Além disso, o assoalho do primeiro andar do Seminário está com cupins. No térreo, um jardim de inverno está provocando infiltrações e trincando o piso do terraço, ao redor dos quartos. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) acompanhou a interdição. O imóvel deve ser desocupado em até 15 dias.

Ainda de acordo com Marsol, os danos encontrados no Semínário e na Igreja se enquadram no grau 4 da escala de risco definida pelo Istituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), configurando grande perigo para os frequentadores do local. O Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, informou que os 55 seminaristas e 4 padres que moram no imóvel serão transferidos para o Centro Arquidiocesano de Pastoral Dom Vital no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife. "Vamos reservar todo o primeiro andar do Centro para colocar os seminaristas enquanto a obra emergencial está em execução", explicou. 

De acordo com o reitor do Seminário de Olinda, padre João Bosco, a interdição do prédio já era esperada pela Arquidiocese. "Havia uma expectativa de que isso fosse acontecer, porque desde o momento em que a Defesa Civil esteve aqui, à pedido da Arquidiocese de Olinda e Recife, essa hipótese foi levantada", contou. O prédio devem passar por restaurações e, posteriormente, deve passar por nova vistoria, antes de ser reaberto.



Palco de grandes acontecimentos sociais, políticos e religiosos do Estado, a última grande reforma realizada no local, que funciona desde 11 de fevereiro 1800, aconteceu em 1970. "Estamos no ponto mais alto de Olinda e há uma falta de cuidado maior com o nosso patriômio. O prédio tem pressa. Mas o sentimento de deixar o Seminário é também de esperança, esperança que os órgãos públicos olhem para esse patrimônio de Olinda", disse o religioso. A histórica Igreja de Nossa Senhora da Graça faz parte do Seminário. O prédio é tombado pelo patrimônio histórico e artístico da Unesco.

O superintendente do Iphan-PE, Frederico Faria, afirmou que a obra emergencial está orçada em 3 milhões e 704 mil reais. "Esse dinheiro é necessário para que a gente possa finalizar as obras emergenciais e elaborar os projetos complementares". Frederico ressaltou que a preocupação é estabilizar toda a parte comprometida e possibilitar o restauro completo da edificação. Os recursos, no entanto, ainda não estão garantidos. Segundo o superintendente, há propostas de sensibilização para empresários de acordo com a Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), de modo que os empresários que colaborarem, possam receber abatimento do imposto de renda. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM