Jornal do Commercio
meteorologia

Ventos causam prejuízos e ondas divertem crianças

Rajadas de vento de até 29 quilômetros por hora derrubaram árvores, poste, tapumes e arrastando vários objetos pelo caminho

Publicado em 16/07/2015, às 20h24

Ondas arrebentaram no dique de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Ondas arrebentaram no dique de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

Rajadas de vento de até 29 quilômetros por hora (a média de velocidade dos ventos é de 7,2 quilômetros) atingiram o Grande Recife, nesta quinta-feira (16), derrubando árvores, poste, tapumes e arrastando vários objetos pelo caminho. Conforme a Agência Pernambucana de Água e Clima (Apac), a brisa forte é provocada pela interação dos ventos com um sistema chamado Anticiclone do Atlântico Sul e deve se estender até o domingo. Com o fenômeno também há previsão de mais chuvas e ondas de até quatro metros no litoral nordestino e de até cinco metros em alto-mar entre os Estados da Bahia e de Pernambuco.

"É comum uma brisa forte derrubar árvores, mas isso depende também do estado de conservação delas”, salienta o meteorologista Fabiano Prestrelo, da Apac. A ação dos ventos, nos casos registrados, provavelmente foi reforçada pelas chuvas. “A previsão é de que continue chovendo, com intensidade de fraca a moderada, e acumulados que podem ultrapassar os 30 milímetros. As chuvas serão distribuídas, mais concentradas pela manhã e à noite.” 



Ondas fortes já foram presenciadas, nesta quinta (16), arrebentando no dique de Brasília Teimosa, Zona Sul da capital, em meio a crianças da comunidade que se divertiam. Na quarta-feira, o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) emitiu alerta para a ressaca, repassado pela Capitania dos Portos a marinas, portos, agências e pescadores.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM