Jornal do Commercio
Chancela

Orquestra Criança Cidadã é reconhecida com Escola Associada da Unesco

Projeto social voltado para a música começou em 2006, beneficiando jovens carentes da comunidade do Coque, na área central do Recife

Publicado em 03/10/2015, às 08h08

Fundada há nove anos, Criança Cidadã está perto de se tornar uma Orquestra Sinfônica / Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Fundada há nove anos, Criança Cidadã está perto de se tornar uma Orquestra Sinfônica
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Da Editoria Cidades

A Orquestra Criança Cidadã, projeto social fundado no Recife em 2006, é a mais nova integrante do Programa de Escolas Associadas da Unesco, uma rede mundial que trabalha pela cultura da paz. E torna-se a primeira instituição de ensino de Pernambuco e primeira escola de música da América Latina a receber o certificado internacional.

Com o selo da Unesco, a orquestra espera conseguir mais apoio para dar continuidade às atividades com crianças e adolescentes carentes do Coque, na área central do Recife, e de Ipojuca, na Região Metropolitana. O título também deverá facilitar o intercâmbio de alunos e treinamento para professores.

A notícia foi divulgada durante a 21ª Edição do Encontro Nacional do Programa das Escolas Associadas da Unesco, realizado em Curitiba (PR) de 30 de setembro a 2 de outubro. Mas a entrega oficial do certificado será realizada numa assembleia da entidade, em 3 de novembro próximo, na cidade de Paris, capital francesa.

“Queremos levar uma parte dos músicos para a solenidade e precisamos de ajuda da sociedade. É importante mostrar a nossa escola e o rosto dos meninos”, diz Nilson Galvão Júnior, maestro da Orquestra Criança Cidadã. O coordenador-geral do projeto, João Targino, já está em busca de patrocínio. 

A viagem ficou orçada em R$ 400 mil e, de acordo com Nilson, terá um desdobramento maior. “Nossa ideia é conciliar o evento de Paris com a gravação de um CD em Roma, um concerto para o papa e três apresentações em Israel”, explica. O dinheiro vai custear passagens, alimentação e hospedagem.

Dos 230 integrantes do projeto, no Coque, 45 vão participar da gravação do CD de uma artista japonesa, de 5 a 7 de novembro. A apresentação para o papa Francisco seria dia 8. Em seguida, o grupo faria os concertos em Jerusalém, Nazaré e Belém, a convite da Igreja Maronita (católica), que vai bancar a hospedagem e alimentação, informa.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

Nove anos atrás, o projeto começou com cem alunos e apenas instrumentos de corda – violino, violoncelo e contrabaixo. Agora, falta só o trompete e o trombone para a equipe ser transformada em Orquestra Sinfônica. “Dois professores serão contratados até 2018 e em 2020 o objetivo estará realizado”, declara o maestro.

Além das aulas de música, de segunda-feira até o sábado, os jovens contam com apoio psicológico e educacional, alimentação, assistência social e jurídica, tratamento médico e dentário, diz o desembargador Nildo Nery, presidente da Associação Beneficente Criança Cidadã. A orquestra é um projeto da associação.

O Colégio Motivo, por exemplo, concede bolsa de estudo integral para os jovens músicos, no 3º ano do ensino médio. “Nossa parceria com instituições públicas e entidades privadas contribuíram para o reconhecimento da Unesco”, complementa Nilson Galvão. 

“O sucesso que alcançamos, usando como instrumento a música, só foi possível graças ao apoio de fiéis parcerias”, afirma Nildo Nery. Ele destaca o Exército, que cedeu espaço físico no quartel da Cabanga, bairro da área central do Recife, para abrigar a escola musical.

Para o juiz João Targino, coordenador-geral da Orquestra Cidadã, esse é um título expressivo, vindo da Unesco. “O prêmio é um reconhecimento ao trabalho que fazemos no sentido da prevenção e da cultura da paz. Os grandes vencedores são os meninos da orquestra”, declara o magistrado.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM