Jornal do Commercio
CAMPANHA

Arquidiocese começa a arrecadar doações para reparo do Seminário de Olinda

Fiéis já podem doar através da Lei Rouanet.

Publicado em 12/01/2016, às 12h09

Custos totais da reforma devem sair em torno de R$ 18 milhões / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Custos totais da reforma devem sair em torno de R$ 18 milhões
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

 

A campanha para restauração do Seminário de Olinda e da Igreja Nossa Senhora da Graça, no Sítio Histórico da cidade, foi apresentada oficialmente na manhã desta terça. Um dos maiores patrimônios arquitetônicos do Brasil e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a igreja, construída em 1551, está interditada desde maio de 2015 e necessita de uma reestruturação quase completa para voltar a funcionar. Os custos totais da reforma devem sair em torno de R$ 18 milhões.


De acordo com Telma Liege, coordenadora do projeto de restauração, os preparativos para a obra começaram há pelo menos três anos. O orçamento inicial necessário é de R$ 3.7 milhões para reparar o telhado e a infraestrutura do conjunto arquitetônico. Toda a restauração vai acontecer pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), através de doações tanto de empresas como de pessoas físicas.




O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, ressaltou a importância da realização de doações para as obras poderem acontecer. “Precisamos que a sociedade entenda a importância histórica desse monumento que é o Seminário de Olinda. Desejamos voltar a funcionar e continuar servido a sociedade, contribuindo culturalmente com Pernambuco”. Para incentivar as doações, a arquidiocese desenvolveu ações como a criação do canal Dom da Palavra, pelo Whatsapp, no qual fiéis podem se inscrever enviando a palavra “fé” para o número (81) 9.8888-8888 e receber diariamente uma mensagem assinada por Dom Fernando, além de informações sobre como doar para a campanha.




Outro projeto através do qual a população pode ajudar é o “Azulejos pela Oração, Doação e Ação”. Com ele, os fiéis podem comprar um par de azulejos assinados pelo artista plástico pernambucano Ferreira. As peças podem ser personalizadas com o nome da família do doador ou de pessoas específicas, dependendo da quantidade de azulejos comprados. Por fim, um dos azulejos é entregue ao doador e o outro será utilizado na reforma da Igreja Nossa Senhora da Graça, onde será mantido por gerações.

Segundo a arquidiocese, não há previsão para o início ou conclusão das obras enquanto a campanha de arrecadação, que deve durar um ano, não terminar. Os interessados em contribuir para a reestruturação do patrimônio podem saber como doar pelo hotsite http://www.reconstrucaodoseminario.org/, onde estão disponíveis mais informações sobre a história do Seminário e sobre o projeto de restauração.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM