Jornal do Commercio
Patrimônio

Arquidiocese lança campanha para restaurar Seminário de Olinda

Projeto será apresentado à imprensa na manhã desta terça-feira (12) . A Igreja precisa arrecadar R$ 3,7 milhões para obras emergenciais

Publicado em 12/01/2016, às 06h37

Seminário de Olinda e Igreja da Graça, no alto da Sé, precisam de reparos urgentes / Foto: Guga Matos/JC Imagem
Seminário de Olinda e Igreja da Graça, no alto da Sé, precisam de reparos urgentes
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Da Editoria Cidades

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido, lança nesta terça-feira (12), às 9h, campanha para arrecadar recursos e fazer a obra emergencial de restauração do Seminário de Olinda e da Igreja de Nossa Senhora da Graça. De acordo com a arquidiocese, a meta é conseguir R$ 3,7 milhões pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). O valor da contribuição é deduzido no Imposto de Renda.

Empresas interessadas em colaborar podem acessar o site www.reconstrucaodoseminario.org e conhecer detalhes do projeto. A apresentação para a imprensa será feita no Seminário (a igreja funciona no mesmo local), localizado na Cidade Alta de Olinda. Por causa de avarias, os dois prédios estão interditados desde 28 de maio de 2015.

A intenção da arquidiocese é implantar novos usos no Seminário, que passará a abrigar ações sociais voltadas para crianças e uma loja para venda de artigos religiosos. O local também ficará disponível para cerimônias de casamento, apresentações de orquestras e realizações de eventos.



Construído no século 16, o Seminário foi desocupado por determinação da Defesa Civil da cidade, que constatou rachaduras na fachada, afundamento de piso e madeiras danificadas no telhado. O piso da igreja, no trecho onde eram feitos sepultamentos, em anos passados, foi dilatado pelo calor ou por gás.

A obra completa de restauração será feita posteriormente e, pelos cálculos da arquidiocese, custará R$ 16 milhões. Na década de 70 do século 20, o prédio do Seminário foi recuperado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A última intervenção (pequenos reparos) foi realizada pela arquidiocese, em 2005.

O Seminário de Olinda e a Igreja da Graça são tombados pelo Iphan como patrimônio brasileiro e encontram-se no trecho da cidade que é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM