Jornal do Commercio
EQUIPAMENTO

População pede mais segurança no Parque Dona Lindu

Visitantes e comerciantes se queixam da falta de segurança e de iluminação

Publicado em 25/04/2016, às 08h00

Após arrastões, Polícia Militar e Guarda Municipal do Recife reforçaram segurança no parque. Porém, população afirma que não é o suficiente / Foto: Sérgio Bernardes/JC Imagem
Após arrastões, Polícia Militar e Guarda Municipal do Recife reforçaram segurança no parque. Porém, população afirma que não é o suficiente
Foto: Sérgio Bernardes/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

Após episódios de tumulto no Parque Dona Lindu, na Zona Sul do Recife, – o último aconteceu no domingo 17, quando cerca de cem jovens foram detidos para averiguação e depois liberados –, a Polícia Militar de Pernambuco e a Guarda Municipal do Recife aumentaram seus efetivos na área no último fim de semana. Porém, visitantes e comerciantes queixam-se da falta de segurança e de iluminação na parte de trás e na área externa do equipamento, além da falta de acessos mais amplos ao espaço pela beira-canal, a Avenida Visconde de Jequitinhonha.

Os relatos de assaltos são constantes, tanto na rampa e no paredão de trás do parque quanto nas paradas de ônibus próximas. Quem se locomove de ônibus está com medo de descer e esperar o coletivo nas paradas da região. Quem costumava andar de skate nos fundos do parque deixou a prática de lado. 

"São frequentes assaltos e roubos por aqui, inclusive de motos e de bicicleta”, denuncia o comerciante no Lindu Carlos Alberto

O aumento da insegurança vem afetando os principais equipamentos de lazer do Recife. No Parque da Jaqueira, na Zona Norte, há vários registros de assaltos, mesmo com a presença de um posto da PM na praça em frente ao espaço. Também na Zona Norte, o Parque da Macaxeira igualmente enfrenta uma onda de assaltos. O local, que deveria ser o maior complexo de lazer da cidade, está tomado pelo abandono, como mostrou o JC na semana passada.

No último sábado (23), a reportagem esteve no Dona Lindu, por volta das 20h, e constatou que vários postes da área interna do equipamento estavam apagados. Apesar do reforço do policiamento e da boa iluminação na parte da frente, voltada para o mar, frequentadores disseram que a presença de policiais militares na área é rara, o que aumenta a sensação de insegurança. 



“Na semana passada mesmo, assaltaram uma mulher na rampa”, relata o comerciante Carlos André Santos. Os ambulantes não cadastrados na prefeitura e que teoricamente não poderiam ocupar a área interna do Lindu também estão com medo de ficar nas imediações, nas áreas indicadas pela Diretoria de Controle Urbano (Dircon).

Por meio de nota enviada ontem, a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) informou que, “a partir desta segunda-feira iniciará um levantamento na iluminação pública do Parque Dona Lindu e do entorno, com o intuito de obter um diagnóstico da área para dar início à manutenção necessária”.

Segundo a PM, o efetivo está sendo reforçado nos fins de semana, com mais viaturas, homens motorizados e a pé, além das câmeras de segurança e da atenção da polícia especializadas, a depender da demanda. O comandante da Guarda Municipal, Marcílio Domingos, diz que o efetivo também cresceu aos sábados e domingos, com mais quatro viaturas, além da inteligência da corporação que monitora o encontro de grupos rivais pelas redes sociais e por câmeras. “Vamos estar atentos e nos antecipando aos fatos”, garante.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM