Jornal do Commercio
CASO ITAÍBA

Réu tenta envolver ex-noiva de promotor

José Maria Rosendo acusou Mysheva Martins de se beneficiar pela morte de Thiago Faria

Publicado em 26/10/2016, às 18h13

Thiago foi morto em outubro de 2013 / Reprodução
Thiago foi morto em outubro de 2013
Reprodução
JC Online

Ouvido nesta quarta-feira (26) no terceiro dia do julgamento dos acusados pela morte do promotor Thiago Faria Soares, o agricultor José Maria Pedro Rosendo – apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como mandante do crime – se declarou inocente e tentou envolver a advogada Mysheva Martins, ex-noiva de Thiago, no assassinato. O promotor foi morto com tiros de espingarda calibre 12, em outubro de 2013, na estrada que liga os municípios de Águas Belas e Itaíba, no Agreste.

Rosendo alegou que Mysheva teria passado um período se relacionando, ao mesmo tempo, com o promotor e com um antigo namorado, o comerciante Glécio Oliveira Júnior, com quem teria rompido em fevereiro de 2013. Segundo José Maria – conhecido com Zé Maria de Mané Pedro –, Glécio chegou a procurá-lo e comentar que o final do relacionamento o havia deixado muito abalado. “No interior, quando um homem é traído, mata a mulher, o amante, ou os dois. Isso é comum”, comentou o agricultor, durante o depoimento à juíza Amanda Lucena Torres, da 4ª Vara Federal, que preside o julgamento.



RÉU

Segundo Zé Maria de Mané Pedro, Glécio teria emprestado a Mysheva os R$ 100 mil utilizados na compra de 25 hectares da Fazenda Nova, em um leilão, em 2012. Rosendo e sua família moravam no local e travaram uma disputa judicial com a advogada para não deixarem o imóvel. De acordo com a acusação do MPF, a intervenção de Thiago Faria junto à Justiça para agilizar a imissão de posse para a noiva foi o motivo do homicídio. A hipótese do envolvimento de Glécio e Mysheva no crime foi descartada pela investigação da Polícia Federal (PF). O advogado que representa Mysheva Martins na assistência de acusação durante o julgamento, José Augusto Branco, rechaçou as declarações de Rosendo.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM