Jornal do Commercio
OLINDA

Exército e prefeitura vão limpar canal do Fragoso

Obra faz parte da Via Metropolitana Norte

Publicado em 23/06/2017, às 13h37

Obra está adiantada no bairro do Fragoso, mas não começou em outros / Sérgio Bernardo/JC Imagem
Obra está adiantada no bairro do Fragoso, mas não começou em outros
Sérgio Bernardo/JC Imagem
JC Online

A partir da próxima segunda-feira, uma parceria entre a Prefeitura de Olinda e o Exército Brasileiro vai promover a limpeza do canal do Fragoso, que corta os bairros de Fragoso, Casa Caiada e Jardim Atlântico. O objetivo é evitar transtornos com as chuvas de inverno.

Os militares usarão uma escavadeira e quatro caminhões-caçamba para retirar vegetação e entulhos das margens, principalmente no trecho entre os bairros de Jardim Atlântico e Rio Doce, que ainda não foram contemplados com as obras de alargamento do canal. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o prefeito da cidade, Professor Lupércio, acompanharão o primeiro dia de trabalho.

DRENAGEM

Segundo o engenheiro Adelmo Aragão, da secretaria municipal de obras, a limpeza marca o início de um processo em que a drenagem da cidade será tratada de forma mais ampla. “Tradicionalmente, as obras eram feitas de forma pontual. Nossa ideia é tratar a macrodrenagem como um sistema integrado”, diz. A parceria entre a prefeitura e o Exército vai durar 30 dias, sendo prorrogável por mais 30. Os custos serão todos do governo federal.



O alargamento do canal do Fragoso está inserido nas obras da Via Metropolitana Norte, que promoverá uma nova ligação entre Olinda e o município de Paulista, também na Região Metropolitana do Recife (RMR). A via terá 6,1 quilômetros de extensão, ligando a PE-15 à PE-01, em Paulista. O projeto original previa um elevado ligando à II Perimetral, no bairro de Ouro Preto, mas esse trecho foi descartado devido à falta de recursos. Ainda está prevista a construção de 12 pontes sobre o canal.
Em março, a titular da 3ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, Belize Câmara, recomendou a limpeza imediata do canal. O motivo foi a série de transtornos provocados pelas chuvas do inverno de 2016.

Nos trechos onde o alargamento foi feito – de Fragoso a Casa Caiada –, a comunidade afirma já ter sentido a diferença nas últimas chuvas. “Não inundou, graças a Deus. Mas é preciso terminar a obra, pois a água acaba ficando represada”, afirma o motorista Carlos André, morador de Fragoso, sobre o trecho entre Casa Caiada e Jardim Atlântico, onde o canal fica mais estreito. Ele diz que as obras pararam há cerca de um mês. É possível ver muitos canos e estruturas de concreto pelo chão, nas pistas que ficam nas duas margens.

Morador de Jardim Atlântico, o comerciante Adson Santos confirma a melhora na drenagem do canal durante as últimas chuvas, mas pede agilidade ao poder público no sentido de concluir a obra. “Não adianta nada fazer a primeira parte e deixar o resto. Vamos ver se essa ajuda do Exército é um indicativo de que o governo vai correr para terminar de alargar esse canal”, comenta ele, que é dono de um quiosque para conserto de chaves.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM