Jornal do Commercio
POLÊMICA

Comerciante diz ter se decepcionado com Fábio Assunção

Ele ajudou a separar briga em que ator se envolveu, na cidade de Arcoverde

Publicado em 25/06/2017, às 17h16

Ator desacatou policiais / Reprodução
Ator desacatou policiais
Reprodução
JC Online

O comerciante Edson Bernardino foi uma das pessoas que ajudou a livrar Fábio Assunção da confusão ocorrida na Rua Neto Cavalcanti, em Arcoverde, na noite de São João. Ele conta o que aconteceu e diz ter ficado decepcionado com a atitude do ator.

JC - Como foi que o senhor tomou conhecimento da confusão?

Edson - Eram por volta de 4h30 da manhã do dia 24. Nós ouvimos uma gritaria e fomos para rua ver o que era. Ele (Fábio) estava lá, cercado por várias pessoas, agredindo alguns verbalmente. Estava visivelmente alterado. Soubemos depois que ele tinha sido expulso de um bar que fica na mesma rua por ter arrumado outra confusão lá.



JC - O que aconteceu depois?

Edson - Nos contaram que ele foi urinar na rua e algumas pessoas reclamaram. Ele não gostou e tentou até bater nelas, como mostra o vídeo. Também falou algumas besteiras sobre nordestinos, o que inflamou ainda mais o pessoal presente. Eu o separei da confusão e o ajudei a entrar no carro da namorada. Acima de tudo, estava ali um ser humano que não merecia ser agredido.

JC - Que impressão ficou no povo de Arcoverde?

Edson - Muito negativa. Ele como uma pessoa pública, deveria ter uma educação melhor. Ele estava promovendo a cidade com o filme dele, e isso toda a população aprecia. Mas nada justifica se comportar daquele jeito.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM