Jornal do Commercio
Patrimônio

Obra executada no Teatro do Parque é apresentada pela prefeitura

Por solicitação de um vereador, a prefeitura fez uma visita guiada ao Teatro do Parque para mostrar o que fez e o que falta fazer

Publicado em 20/09/2017, às 11h59

A casa de espetáculos está fechada desde 2010 à espera da obra de restauração / Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
A casa de espetáculos está fechada desde 2010 à espera da obra de restauração
Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
Da Editoria Cidades

A Prefeitura do Recife apresentou, na manhã desta quarta-feira (20/09), a obra de recuperação executada em 2015 no Teatro do Parque, localizado na Rua do Hospício, bairro da Boa Vista, no Centro da cidade. A casa de espetáculos encontra-se fechada desde 2010, por causa de avarias generalizadas, e no momento o serviço de restauração está suspenso. A visita ao prédio foi solicitada pelo vereador Ivan Moraes (PSOL), em audiência pública realizada na Câmara de Vereadores no dia do aniversário de 102 anos do teatro, em 24 de agosto de 2017.

Durante a visita, a gerente geral de projetos do Gabinete de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife, Simone Osias, disse que o prédio estava bastante castigado devido a problemas de drenagem e infiltração. A água da chuva caía pelas goteiras do telhado e a água acumulada no terreno subia pelas paredes provocando mofo e danificando a pintura, disse, enquanto conduzia a visita pelo Teatro do Parque. “Substituímos a coberta, corrigimos o sistema de drenagem e eliminamos as infiltrações”, declara Simone Osias.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

Segundo ela, a instalação elétrica e hidráulica antiga já foi retirada para ser substituída por rede mais moderna. “Retiramos 100% das instalações velhas e já colocamos 60% das novas”, garante, ao mostrar as tubulações. A obra no Teatro do Parque está paralisada há mais de um ano. Diego Rocha, presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR), informa que a licitação para escolha da empresa que vai fazer a obra de restauração do imóvel está em curso e deve ser concluída em outubro de 2017.



AÇÕES

Os serviços contratados serão: recuperação dos adornos de paredes e colunas, substituição do piso do hall de entrada, recuperação do piso da plateia, restauração do gradil e das pinturas laterais da boca de cena, resgate da pintura original em paredes e colunas, recuperação de portas, colocação de novo piso no palco, substituição de esquadrias quebradas e recuperação do estuque do forro, entre outras ações necessárias.

O valor é R$ 5,85 milhões, com recursos do município, e intervenção vai devolver ao Teatro do Parque a mesmas características da reforma executada no imóvel no começo da década de 1930. “Vamos lançar nova licitação para recuperar as cadeiras do teatro, até o mês que vem (outubro de 2017), no valor de quase R$ 1 milhão”, informa Diego Rocha. Haverá uma terceira licitação, para os serviços de acessibilidade, aparelhos de ar condicionado e equipamentos de projeção com tecnologia 4K e som digital.

A expectativa do município é reabrir o Teatro do Parque ao público em junho ou julho de 2019. O prédio, de estilo arquitetônico art nouveau, é classificado pela prefeitura como Imóvel Especial de Preservação (IEP). Isso significa que não pode ser demolido e nem descaracterizado. A comissão formada pela Câmara do Recife, sociedade civil, Conselho Estadual de Cultura e prefeitura, que esteve na visita desta quarta-feira (20), também acompanhará a obra de restauração do teatro, informa o vereador Ivan Moraes.



Comentários

Por Gustavo Mendonca,20/09/2017

A prefeitura DESTRUIU O TEATRO!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM