Jornal do Commercio

113ª Festa do Morro arrasta milhares de fiéis na Zona Norte do Recife

Multidão de fiéis se aglomera no Santuário desde as primeiras horas do dia

Publicado em 08/12/2017, às 08h25

Nesta sexta, as celebrações ocorrem de hora em hora a partir das 0h / Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Nesta sexta, as celebrações ocorrem de hora em hora a partir das 0h
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
JC Online
Atualizada às 10h35

A devoção faz morada nesta sexta-feira (8) no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife. Neste dia, feriado na capital pernambucana, Nossa Senhora da Conceição, padroeira de coração dos recifenses é celebrada na 113ª Festa do Morro por uma multidão de fiéis que se aglomera no Santuário desde as primeiras horas do dia, com destaque para a presença de muitas crianças. Às 15h, uma procissão parte do Bairro do Recife com destino ao Morro.

Devota da santa, Ireuda Assis, 80 anos, confiou em Nossa Senhora para a recuperação da filha, que havia sido diagnosticada com câncer de mama. "Eu vim agradecer a Nossa Senhora a cura da minha filha, e pedir que ela continue protegendo a minha família", disse.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Há 30 anos acompanhando a festa do Morro, Ireuda ainda levou café para os fiéis neste dia de celebrações. 

A doméstica Jaqueline Aguiar, de 26 anos, veio até o santuário com um tijolo na cabeça, como forma de agradecimento por ter conseguido sua casa no município de Jaboatão dos Guararapes. "Vim de casa até aqui com o tijolo na cabeça e chegarei perto da santa com ele, para pagar minha promessa", afirmou Jaqueline.

Voluntária do Santuário, Consuelo Mendes, de 54 anos, fez da sua devoção um trabalho desde que ficou desempregada, há um ano. Em oração junto aos fiéis, Consuelo encaminha os objetos a serem benzidos. "Sou uma serva de Nossa Senhora", afirma.

Procissão

Este ano, a caminhada de encerramento da Festa de Nossa Senhora da Conceição será animada por quatro trios elétricos. O andor com a imagem da santa seguirá pela Ponte do Limoeiro, Avenida Norte e Estrada do Morro da Conceição (descida do ônibus), até a praça da comunidade, onde o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, celebrará missa campal, às 18h30.



Na expectativa de ainda receber peregrinos depois do fim da festa, o santuário realizará três missas extras no fim de semana. São quatro celebrações no sábado (09/12), às 7h, 10h30, 16h e 19h (duas a mais) e quatro no domingo (10/12), às 7h, 9h, 11h e 19h (um acréscimo), de acordo com o padre José Ulysses da Silva, reitor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição do Morro. Cerca de 1,5 milhão de pessoas é o público estimado nos dez dias da festa.

Mobilidade

Nesta sexta, foram reforçadas 109 linhas em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR) totalizando 236 veículos e 1.920 viagens a mais que em dias normais.

Das 48 linhas que passam nas proximidades do Morro da Conceição 44 recebem reforço de frota e viagens, isso corresponde a 140 veículos e 1.040 viagens a mais na região.

Geraldo Julio e Paulo Câmara

O prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB) e o governador Paulo Câmara (PSB) marcaram presença em missa começada por volta das 6h. Nesta sexta, as celebrações ocorrem de hora em hora a partir das 0h. Na cerimônia, o governador pediu que a santa interceda pelo Estado, trazendo mais emprego e renda.

 #JCPolítica Durante missa em homenagem a Nossa Senhora da Conceição, Paulo Câmara diz que fez um pedido de luz à santa por Pernambuco e pelo Brasil "que tem muito o que fazer, muito o que melhorar, ter emprego, ter renda, voltar a crescer", disse o governador. pic.twitter.com/TTz80vKYO1





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM