Jornal do Commercio
REUNIÃO

Conselho de trânsito se reúne na sexta para tentar regularizar membros

Colegiado responsável pela cobrança das tarifas cobradas no transporte público do Grande Recife não incluiu o aumento no preço das passagens na pauta

Publicado em 15/01/2018, às 19h50

Urbana-PE, sindicato dos empresários de ônibus, pede aumento de 11,02% na tarifa / Foto: Guga Matos/JC Imagem
Urbana-PE, sindicato dos empresários de ônibus, pede aumento de 11,02% na tarifa
Foto: Guga Matos/JC Imagem
JC Online

O Conselho Superior de Trânsito Metropolitano (CSTM) vai realizar uma reunião ordinária nesta sexta-feira (19), às 15h, no auditório do edifício-sede da Secretaria das Cidades, localizada no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. O secretário da pasta, Francisco Papaléo, também ocupa o cargo de presidente do conselho. Na pauta, estão a posse de novos conselheiros, a aprovação da resolução no 015/2017 para a criação de um grupo de trabalho para elaboração e execução da 3ª Conferência Metropolitana de Transportes e a prorrogação dos mandados dos conselheiros representantes de usuários, estudantes e os que utilizam o transporte público gratuitamente. No entanto, a discussão sobre o aumento ou não da tarifa dos ônibus no Grande Recife não foi colocada como um dos assuntos abordados na reunião.

Na semana passada, o governador Paulo Câmara adiou, ainda sem nova data definida, a reunião do conselho que discutiria o aumento da tarifa, que, se depender do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) será de 11,02%. A decisão, de acordo com nota enviada pelo Governo do Estado, seria a "transparência e o diálogo", após determinação judicial.



Ilegitimidade 

O colegiado foi considerado ilegítimo porque o mandato dos seus componentes venceu em dezembro. Os membros foram eleitos em 2015 e poderia atuar por até dois anos. O CSTM é formado por 24 membros, sendo 16 indicados pelo próprio órgão e oito eleitos pela sociedade civil. A ilegitimidade foi denunciada, na última terça-feira (9), pela Rede de Articulação pela Mobilidade (Ramo). O juiz Djalma Adrelino Nogueira Júnior reconheceu a irregularidade e determinou que não poderia haver qualquer aumento na tarifa do transporte público até que documentos que justificassem a necessidade fossem apresentados.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM