Jornal do Commercio
Balanço anual

Pernambuco registrou 5.427 homicídios em 2017, um aumento de 21%

Apesar do número recorde, balanço da SDS destaca que tendência tem sido redução

Publicado em 15/01/2018, às 15h34

Número de homicídios cresce desde 2014 / Bobby Fabisak/JC Imagem
Número de homicídios cresce desde 2014
Bobby Fabisak/JC Imagem
Cidades

Pernambuco fechou o ano de 2017 com 5.427 homicídios. O número é recorde. Mas a Secretaria de Defesa Social (SDS) salienta que o mês de dezembro, contudo, registrou uma queda de 16,5% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) comparando com o mesmo mês do ano passado. Foram 394 contra 472 homicídios, o segundo mês com menos mortes (em julho foram 379).

Ao divulgar o balanço, na tarde desta segunda, a SDS procura demonstrar uma tendência de queda, comparando o primeiro e o segundo semestre. A redução é de 2.875 para 2.552 assassinatos. O latrocínio foi um dos tipos de crimes que mais caiu nesse comparativo, saindo de 143 para 107 (-25,2%). “Com isso, a taxa de CVLIs por 100 mil habitantes também obteve decréscimo de 11,7% de um semestre para outro: passou de 30,31 para 26,75”, observa a assessoria.

Conforme balanço, "contribuiu para esse cenário de redução o trabalho de repressão qualificada das polícias, que conseguiu prender 2.249 homicidas" no ano, em 90 operações especiais.



Roubos e furtos

A SDS também procura destacar a redução do número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs)  em dezembro (7.864), o menor nos últimos dois anos. “O segundo semestre teve 7.633 ocorrências de CVP a menos que o primeiro. De julho a dezembro, foram 56.057 casos de roubos e extorsões, com taxa de 588 por 100 mil habitantes. Uma diminuição de 12,5% na taxa, uma vez que no período de seis meses anterior ela havia chegado a 671”, diz o balanço.

“As estatísticas demonstram que o trabalho desenvolvido incansavelmente pelas operativas da SDS têm dado retorno à sociedade”, afirma o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua. Ele salienta que, em 2017, as polícias de Pernambuco efetuaram a prisão de 297 assaltantes de transporte coletivo e outros 105 que investiram contra instituições financeiras e carros-fortes.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM