Jornal do Commercio
POPULAÇÃO CARCERÁRIA

Presos do interior são transferidos para penitenciária em Tacaimbó

O objetivo é diminuir a lotação nas unidades prisionais de Pernambuco. A previsão é de que a transferência dos detentos termine neste mês

Publicado em 25/01/2018, às 00h53

A penitenciária de Tacaimbó foi inaugurada em abril de 2016 / Foto: Divulgação
A penitenciária de Tacaimbó foi inaugurada em abril de 2016
Foto: Divulgação
JC Online

Com o objetivo de desafogar as unidades prisionais do interior de Pernambuco, fortalecer a segurança de profissionais e da população carcerária, detentos estão sendo transferidos para a Penitenciária de Tacaimbó (PTCA), no Agreste, inaugurada em abril de 2016. A previsão é que os presos sejam levados à nova unidade até o fim deste mês.

Segundo a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SDJH), que está fazendo o translado, por meio da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), os primeiros 94 detentos foram transferidos nesta semana, vindos do Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira, e Presídio de Santa Cruz do Capibaribe, localizado na cidade de mesmo nome.

De acordo com a Seres, a seleção dos detentos para a transferência é baseada, principalmente, no andamento dos processos, ou seja, é necessário que todos já tenham sido julgados.



Sem lotação

Ao todo, 200 detentos sairão de suas unidades prisionais para a PTCA. Atualmente, a penitenciária abriga uma média de 200 reeducandos e vai passar a ter 400 após as transferências. No total, a Penitenciária de Tacaimbó tem capacidade para abrigar 676 presos.

O translado está sendo realizado pela Superintendência de Segurança Penitenciária (SSPEN/Seres), com o apoio da Gerência de Operações e Segurança (GOS/Seres) e da Polícia Militar.


Recomendados para você


Comentários

Por Luiz Eduardo Leimig Reis,30/03/2018

O secretário Pedro Eurico está tentando botar panos quentes na omissão do governador Paulo Câmara. Pernambuco tem o maior déficit de agentes penitenciários do Brasil, e esse déficit supera e muito a média dos outros estados que é de 1 agente para cada 7 presos, em pernambuco é 1 agente para 21,1 presos. O agente é o responsável pela disciplina e ordem dos presídios, tanto é que pelo fato de Pernambuco ter o maior déficit de agentes, tem o pior sistema penitenciário do Brasil.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM