Jornal do Commercio
BARRACAS AUTUADAS

Celpe autua três barracas com ligações clandestinas nas Graças

Sete barracas foram revistadas pela Celpe, tendo quatro delas correndo riscos de incêndios e graves acidentes

Publicado em 14/06/2018, às 22h33

Somente serão realizadas as ligações de energia nas barracas após a comprovação de que o local foi previamente vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e pela administração municipal / Foto: Cortesia/ Celpe
Somente serão realizadas as ligações de energia nas barracas após a comprovação de que o local foi previamente vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e pela administração municipal
Foto: Cortesia/ Celpe
JC Online

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) autuou barracas de fogos de artifício na tarde desta quinta-feira (14) na Beira-Rio, no Bairro das Graças, Zona Norte do Recife. Segundo a companhia, sete barracas foram revistadas pela empresa e quatro delas estavam irregulares. Além de coibir irregularidades, os técnicos da Celpe alertaram os comerciantes sobre os riscos da prática ilegal, que pode provocar incêndios e graves acidentes.

A empresa ressalta, ainda, que a regularização do uso da energia nesses locais é uma medida de segurança contra acidentes e lembra que a utilização de ligações clandestinas configura furto de energia. O serviço de ligações temporárias de energia deve ser solicitado à Celpe e será executado exclusivamente por profissionais da concessionária.

Somente serão feitas as ligações de energia nas barracas após a comprovação de que o local foi previamente vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e pela administração municipal. A condição é que as instalações elétricas devem atender aos requisitos mínimos de segurança estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A concessionária adverte ainda que os comerciantes dos pontos licenciados para venda deste tipo de material também devem dispor de extintores de pó químico seco e placas de proibido fumar. Caso o próprio cliente identifique irregularidade em uma barraca, ele pode solicitar à Celpe um pedido de autuação.

A Celpe está realizando ações de fiscalização para combater as ligações irregulares de energia em barracas de comercialização dos produtos explosivos. Além dos locais de venda de fogos de artifício, palcos e arraias também vão passar por fiscalizações da companhia. A operação de fiscalização será mantida até o fim do período junino.



Como fazer o pedido

Os pedidos para regularizar a energia podem ser feitos em qualquer loja Celpe no horário comercial com antecedência de, pelo menos, quatro dias do início da utilização da carga. Os interessados devem apresentar a licença de funcionamento concedida pela prefeitura, além de documentos de identidade e CPF.

No caso de arraiais, palcos e barracas de comidas típicas também devem ser declarados os equipamentos elétricos que vão ser utilizados como aparelhagem de som, quantidade de lâmpadas e/ou refletores, refrigeradores e freezers ou eletrodomésticos como liquidificadores, chapas.

Ao declarar a carga a ser utilizada e o período, o cliente receberá uma fatura de consumo de acordo com a demanda e outra, referente ao serviço de vistoria, ligação e desligamento. É importante que o solicitante observe e informe à Celpe a existência de rede elétrica no trecho onde pretende se instalar.

Também será necessário que o cliente instale o padrão de entrada para receber a ligação provisória de energia e esteja disponível no momento, data e hora da ligação requerida. No ato da solicitação, ele receberá todas as orientações técnicas referentes à instalação, ressaltando a importância de aspectos como um bom aterramento e um dimensionamento adequado da carga a ser utilizada para que não haja a necessidade do uso de benjamins ou “T”s que representem sobrecarga à rede.

Ainda de acordo com a Celpe, não será possível o atendimento a cargas móveis como carroças, vans e caminhões.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM