Jornal do Commercio
PREVENÇÃO

Com férias escolares, Celpe alerta para perigo de choque elétrico

Risco de acidentes pode aumentar com crianças passando mais tempo em casa

Publicado em 05/07/2018, às 14h50

Crianças devem evitar brincadeiras perto da rede elétrica / Foto: Hietaparta / Pixabay
Crianças devem evitar brincadeiras perto da rede elétrica
Foto: Hietaparta / Pixabay
JC Online

O mês de julho é de férias escolares e, com as crianças passando maior tempo em casa, podem aumentar o risco de acidentes domésticos com equipamentos elétricos. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) relembra cuidados que se devem tomar para evitar os perigos das descargas elétricas.

Para a Companhia, as crianças não têm como avaliar os riscos na manipulação de carregadores de celulares, tablets e notebooks. Por isso, a Celpe ressalta que o primeiro cuidado é mantê-las longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. As tomadas devem ser tampadas com protetores apropriados, para evitar que objetos metálicos sejam inseridos e causem acidentes.

O uso do T, também conhecido como benjamim, e de extensões não deve ser feito de forma definitiva, pois pode sobrecarregar as tomadas e ocasionar curtos-circuitos e incêndios. Videogames e computadores devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto responsável. Sempre segurando o plugue e jamais puxando diretamente pelo fio.



Ninguém deve acessar a geladeira se estiver com os pés descalços ou molhado. A concessionária adverte que quem estiver com o corpo molhado não deve entrar em contato com nenhum eletrodoméstico. O cuidado em relação a isso deve ser redobrado para casas que têm piscina ou perto da praia.

A brincadeira de soltar pipas deve ser feita em locais abertos, sem a presença de fiação da rede elétrica. A Celpe indica que isso deve ser feito em praias, parques, campos de futebol e locais afastados de centros urbanos. O risco é de que as linhas se enrosquem nos fios, causando curtos-circuitos e descargas elétricas que podem ser mortais. Subir em postes e entrar em subestações também pode ser muito arriscado e, por isso, deve ser evitado.

Em caso de acidentes

Caso ocorra algum acidente, a Celpe recomenda que se entre em contato com o Corpo de Bombeiros,193, ou com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 192. O disjuntor ou a chave geral devem ser desligados. Não se deve tocar na vítima ou na fiação até se ter certeza de que a corrente elétrica está desligada. Abaixo, uma lista de recomendações sugerida pela Companhia para evitar acidentes:

  1. Mantenha as instalações elétricas em bom estado. Não use fios emendados, velhos ou danificados;
  2. Água e eletricidade não combinam: mantenha os aparelhos elétricos longe de água e ao utilizar qualquer equipamento esteja sempre calçado e com as mãos enxutas;
  3. Mantenha as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. Use tomadas no novo padrão ou utilize protetores
  4. Ao ligar ou desligar um eletrodoméstico da tomada, segure pelo plugue (parte rígida isolante), e nunca puxe pelo fio;
  5. Fique atento: usar o “T” (benjamim) em caráter definitivo é perigoso, podendo causar curtos circuitos e incêndio;
  6. É extremamente perigoso subir em postes, torres de alta tensão ou invadir subestações. Mantenha distância de fio caído ou partido, previna as pessoas para que se afastem do local e ligue de imediato para a Celpe;
  7. Para soltar pipas procure lugares abertos, afastados da rede elétrica;
  8. Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são como condutoras de energia e podem causar choques fatais;
  9. Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol costuma danificar o isolamento de fios da rede de distribuição;
  10. Não jogue objetos na rede de energia elétrica, como arames, correntes e cabos de aço;
  11. Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte. Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente;
  12. Caso presencie um acidente desse tipo, para separar a vítima do condutor de energia use objetos de borracha ou madeira, evitando os de metal ou que estejam molhados.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM