Jornal do Commercio
Falecimento

Fundador do Clube Elefante de Olinda morre aos 83 anos

Em nota o Clube definiu Mirula como ''maior entusiasta e referência das novas gerações''

Publicado em 13/07/2018, às 00h39

Mirula foi um dos fundadores do Clube Elefante de Olinda, uma das mais tradicionais agremiações carnavalescas de Pernambuco / Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Mirula foi um dos fundadores do Clube Elefante de Olinda, uma das mais tradicionais agremiações carnavalescas de Pernambuco
Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
JC Online

Morreu nessa quinta-feira (12), aos 83 anos, Cláudio Nigro, mais conhecido como Mirula, um dos fundadores do Clube Elefante de Olinda, que recentemente defendeu sua candidatura como Patrimônio Vivo de Pernambuco. De acordo com informações repassadas à Rádio Jornal, o carnavalesco faleceu em decorrência de uma infecção generalizada, em Natal, no Rio Grande do Norte, onde estava internado em um hospital.

O corpo de Mirula deve chegar ao Recife nesta sexta-feira (13) para ser velado na casa dele em Olinda. O enterro será no próximo sábado (14), no Cemitério de Guadalupe, também na cidade.

Pesar

Em sua página no Facebook, o Clube Elefante de Olinda divulgou uma nota pela qual expressou seu pesar pela morte de Mirula, a quem definiu como ''maior entusiasta e referência das novas gerações''.

Confira a nota na íntegra:

''É com muita dor no coração que o Clube Elefante de Olinda traz a triste notícia do falecimento de um dos nossos fundadores, maior entusiasta e referência das novas gerações - Mirula.



Compositor do nosso primeiro hino, o legado de Mirula estará vivo em todos e todas nós. Em cada nota de frevo, cada passo e sempre sentado nos quatro cantos disposto a contar uma boa história, Mirula viverá em nós.

Obrigado por tudo, Mirula! Amamos você e força para toda a família Nigro neste momento.''

Carnavais Saudosos

Em janeiro deste ano, Mirula participou da Série Carnavais Saudosos, do JC, que contou a história do carnaval pernambucano por meio de memórias afetivas e detalhes únicos de ícones da velha guarda.

Carnaval é a vida de Mirula, que na certidão de nascimento é Cláudio Nigro. Desde os 13 anos ele brinca Carnaval, ou seja, há 70 anos, já que Mirula tem 83. Para ele, apaixonado pela folia momesca, todos os Carnavais foram bons, mas dois anos específicos são lembrados com mais saudade, 1950 e 1955. Em 1950, uma brincadeira de um primo deu origem ao Clube Carnavalesco Misto Elefante de Olinda, fundado dois anos depois. Já em 1955, diz Mirula, "foi o desfile mais bonito do Elefante de todos os tempos". Leia mais

 



Comentários

Por aldir,13/07/2018

outra grande perda para Pernambuco....meus sentimento a família e ao estado que perde tão grande pessoa e personalidade



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM