Jornal do Commercio
Segurança

Crimes contra o patrimônio caem 28,36% de janeiro a julho, diz SDS-PE

Foram registradas a diminuição em assaltos a ônibus, cargas, pessoas e agências bancárias, enquanto o índice de prisão e apreensão aumentou.

Publicado em 14/08/2018, às 12h28

“A Capital vem tendo redução acentuada em diversas áreas. Isso é resultado de planejamento focado na prevenção, aumento de policiamento e inteligência”, afirmou o Secretário de Segurança, Antônio de Pádua.   / Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
“A Capital vem tendo redução acentuada em diversas áreas. Isso é resultado de planejamento focado na prevenção, aumento de policiamento e inteligência”, afirmou o Secretário de Segurança, Antônio de Pádua.
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
JC Online

Desde o início do ano até o mês de julho, foram registrados 57.864 casos de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), em Pernambuco. Foram quase 17 mil ocorrências a menos que o mesmo período de 2017, quando foram registradas 74.642 ocorrências. O Estado teve uma queda na taxa de crimes de 28,36%, foram 7.742 casos e Recife com 2.624 ocorrências, registrou a queda de 31% na capital. As informações são da Secretaria de Defesa Social.

Os municípios do Agreste registraram a maior queda no número de ocorrências em Pernambuco. Foram 631 roubos registrados, acima apenas do mês de julho de 2015. Na Zona da mata, a redução foi de 20%. Em comparação ao ano anterior, cerca de 1.802 crimes deixaram de acontecer. Já no Sertão, apenas 548 não aconteceram em comparação a 2017.  

Se comparado apenas o mês de julho de cada ano, a redução de roubos foi ainda maior. Os municípios do Agreste registraram uma queda de 35%, enquanto a RMR registrou 28%, Sertão 22% e a Zona da Mata 11%.  

Prisões  

Apesar da diminuição dos crimes, o número de prisões e apreensões, realizadas pela Polícia Civil, Militar e Cientifica, aumentou. Em todo o ano, já foram realizadas 18.602 prisões em flagrantes, sendo 2.885 só no mês de julho, foram apreendidas mais de 3 mil armas de fogo e realizadas 3.137 ocorrências de tráfico de drogas.  



Assaltos a ônibus  

A Força-Tarefa de Coletivos é uma ação coordenada para evitar assaltos a transportes coletivos e já resultou na prisão de 161 assaltantes neste ano. O número de assalto aos transportes públicos diminuiu 46% em relação ao ano passado. Foram registrados 258 roubos aos ônibus, enquanto em 2017, foram 979.  

Celulares recuperados 

Entre janeiro e julho, os efetivos policiais já apreenderam 3.753 aparelhos de telefones. A queda de roubo de celulares chega a 26,6%, isto é, 2.065 roubos a menos que o ano anterior, que foram registradas 30.724 ocorrências de roubo.  

Roubo de veículos e cargas

A redução foi de 21% em relação ao mês de julho de 2017, com 1.651 caso registrados de roubos de veículos, enquanto desde o início do ano, a redução foi de 19%, sendo 9.748 ocorrências. Em relação as cargas, foram registradas 357 ocorrências. 

Crimes contra agências bancárias

Em 2018, a Força Tarefa Bancos prendeu 27 suspeitos de assalto a bancos em Pernambuco e existem diversas investigações em andamento para a desarticulação de outras quadrilhas especializadas em roubo de agências bancárias. Neste ano, foram 46 assaltos a bancos, ou seja, 25% a menos que 2017, que foram registradas 61 ocorrências.  

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM