Jornal do Commercio
Atitude Cidadã

Hora de fazer doações para o Natal sem Lágrimas

Projeto Natal sem Lágrimas atende crianças vítimas de violência doméstica ou abandono em Pernambuco

Publicado em 23/11/2018, às 11h59

Voluntários ajudam a montar os sacos de presentes / Foto: Leo Motta/JC Imagem
Voluntários ajudam a montar os sacos de presentes
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Da Editoria Cidades

A Associação Grupo Humanizar realiza em 2018 a 13ª edição do projeto Natal sem Lágrimas para crianças vítimas de violência doméstica ou abandono e que se encontram em abrigos pernambucanos. A entidade precisa arrecadar presentes para 927 meninos e meninas de 0 a 18 anos. A festa será em 9 de dezembro e até agora o grupo juntou itens para montar 300 kits.

Cada kit corresponde a uma sacola de presentes com vários artigos. Os interessados em colaborar podem adotar uma criança ou adolescente e fazer a doação completa do kit; contribuir com parte dele ou depositar quantias em dinheiro na conta da Associação Grupo Humanizar (Banco do Brasil, agência 1838-4, conta-corrente 44.784-6, CNPJ 08.402.066/0001-10), que assume a compra das peças.

Os itens que compõem o kit do Natal sem Lágrimas são: uma roupa, um par de sapatos, um brinquedo, uma peça íntima (calcinha, cueca, sutiã), uma toalha, um sabonete, uma pasta de dentes, uma escova de dentes, uma colônia infantil, um xampu, um creme de cabelo, uma escova de cabelo, uma bijuteria, uma caixa de lápis de cor, uma caixa de massa de modelar, uma revista de pintar, um caderno, um estojo escolar, um jogo educativo e uma mochila escolar. Todos novos.



“Estamos atendendo crianças e adolescentes de 36 abrigos em 23 municípios do Grande Recife e também da Zona da Mata, Agreste e Sertão de Pernambuco”, informa a psicóloga Rosana Andrade, coordenadora do Associação Grupo Humanizar. Participam do Natal sem Lágrimas, no Recife, quase 700 crianças de 2 a 12 anos. As demais, pela idade ou devido a deficiências física e mental, não comparecem e recebem os presentes de um Papai Noel que visita as instituições onde elas estão abrigadas.

Voluntários

Além dos presentes, a entidade necessita de voluntários para ajudar a tomar conta das crianças no dia da festa. “Temos 120 cadastrados e queremos chegar a 300”, diz Rosana Andrade. A próxima reunião para orientação dos voluntários será domingo (25/11), às 9h, na Rua Francisco de Paula, 79, bairro de Caxangá (junto do terminal integrado de ônibus), Zona Oeste do Recife. Mais de 2 mil pessoas se envolvem com o projeto Natal sem Lágrimas. Mais informações sobre a campanha pelo e-mail contato@grupohumanizarpe.org.br ou pelo número (81) 99245-4783





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM