Jornal do Commercio
Redes sociais

Homens que causaram revolta nas redes com ofensas a nordestinos se desculpam

Dupla viralizou nas redes com vídeo em que agrediam nordestinos

Publicado em 10/01/2019, às 21h50

Homens disseram que não quiseram ofender nordestinos / Reproduçao/Vídeo
Homens disseram que não quiseram ofender nordestinos
Reproduçao/Vídeo
JC Online

Os dois homens que causaram revolta nessa quarta-feira com comentários contra nordestinos e pessoas da Região Norte do País vieram a público pedir desculpas pelas palavras proferidas em vídeo vazado. Os dois procuraram a imprensa e fizeram a retratação pelo ocorrido.

“Aludido vídeo foi gravado em uma roda de amigos, e visava uma brincadeira privada, brincadeira essa que, reconhecemos ser infeliz e de péssimo gosto. Veiculada de forma contextualizada, tomou proporções inimagináveis, motivo pelo qual, de pronto, a rechaçamos e manifestamos total retratação”, escreveram.

Um dos homens é sócio da empresa mineira Ramos e Campos Importação e Exportação Ltda, conhecida como Primus Gemstones. Outro é professor e médico veterinário. No pedido de desculpas, eles se identificam como Lucas Campos e Vinicíus Raposo.



O CASO

A dupla acabou viralizando nas redes sociais nessa quarta-feira com o vídeo em que ambos proferiam palavras de cunho preconceituoso contra nordestinos e nortistas. O vídeo causou revolta entre os nordestinos, principalmente. 

"Em momento algum, tivemos a intenção de agredir verbalmente qualquer pessoa ou grupo de pessoas, tampouco quisemos expressar ali um sentimento de ódio, preconceito, discriminação ou incitação de violência. Nunca foi nossa intenção", diz outro trecho do texto de desculpas. "Reiteramos o pedido de sinceras desculpas a todos aqueles que, por qualquer motivo, se sentiram ofendidos com as palavras ditas por nós, que não condizem com as nossas convicções", complementaram.



Comentários

Por RODOLFO,12/01/2019

Depois do que disseram, fica difícil saber se as desculpas apresentadas conseguirão suplantar o sentimento que têm em relação à presença dos nordestinos em sua região. É bom lembrar que essa divisão regional existe em função de características físico-geográficas e humanísticas para facilitar a adoção de medidas governamentais de caráter desenvolvimentista. Não serve para promover a separação dos indivíduos da mesma Nação.

Por Rodolfo,12/01/2019

Depois do que disseram, fica difícil saber se as desculpas apresentadas conseguirão suplantar o sentimento que têm em relação à presença dos nordestinos em sua região. É bom lembrar que essa divisão regional existe em função de características físico-geográficas e humanísticas para facilitar a adoção de medidas governamentais de caráter desenvolvimentista. Não serve para promover a separação dos indivíduos da mesma Nação.

Por renata ,11/01/2019

É UMA PENA EXISTIR PESSOAS DESSE TIPO NO MUNDO, TENHA PENA DE QUEM CONVIVE COM ELES.

Por Luiz Félix de Freitas Silva,11/01/2019

Dois canalhas e babacas. Depois que vomitam por suas bocas imundas, Agora vem pedir desculpas. Todo covarde age assim!

Por Renato,11/01/2019

Pra condená-los, teria que haver a condenação do asno que está na presidência da república, pois ele fez a mesma coisa na campanha, distribuindo capim aos nordestinos.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM