Jornal do Commercio
AUTORIZAÇÃO

Parentes enfrentam burocracias para liberação de corpo no IML

A vítima, um jovem natural da Paraíba de 23 anos, foi morta com um tiro há uma semana em Limoeiro

Publicado em 11/01/2019, às 18h12

O IML informou que aguarda autorização do instituto da Paraíba para que ocorra a liberação / Foto: Reprodução / TV Jornal
O IML informou que aguarda autorização do instituto da Paraíba para que ocorra a liberação
Foto: Reprodução / TV Jornal
JC Online
Com informações da TV Jornal

O corpo de um homem, que foi assassinado há uma semana em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, permanece no Instituto de Medicina Legal (IML), localizado no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, por questões burocráticas. Segundo familiares de José Antônio da Silva, de 23 anos, a vítima era natural do Estado da Paraíba e até o momento o governo paraibano não enviou autorização para que o corpo seja liberado.

Segundo Patrícia Romero, parente do jovem, o IML informou que as digitais da vítima só podem ser confrontadas na Paraíba e o governo ainda não enviou nenhuma resposta para a liberação.



IML

O IML informou à TV Jornal que já enviou as impressões digitais do jovem ao Instituto de Medicina Legal da Paraíba e aguarda todos os procedimentos de identificação serem concluídos para que ocorra a liberação. Segundo o IML, é imprescindível a identificação das digitais para a liberação de qualquer corpo.

Confira o vídeo


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM