Jornal do Commercio
CELEBRAÇÃO

Festa do padroeiro de Jaboatão dos Guararapes encerra nesta terça-feira

Após nove dias de celebração e homenagens à Santo Amaro, a última procissão deve receber mais de 50 mil fiéis e devotos

Publicado em 14/01/2019, às 17h00

Ainda nesta segunda-feira (14), acontece uma procissão às 18h / Foto: Divulgação/Facebook
Ainda nesta segunda-feira (14), acontece uma procissão às 18h
Foto: Divulgação/Facebook
JC Online

A festa do padroeiro de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, encerra nesta terça-feira (15) após nove dias de procissões e celebrações eucarísticas. A 421ª edição da Festa do Glorioso Santo Amaro deverá receber mais de 50 mil fiéis na última missa do evento.

Ainda nesta segunda-feira (14), acontece uma procissão às 18h. Os fiéis sairão em direção à Comunidade Santa Edwiges, no bairro de Vista Alegre, com retorno à Igreja Matriz previsto para as 19h. No local, padre Neto Feitosa, da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Moreno, conduzirá uma missa em homenagem à Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes e Câmara Municipal de Vereadores.



Celebração 

A 421ª Festa do Glorioso Santo Amaro tem como tema “Para Santo Amaro, ser Santo é realizar ações ordinárias de forma extraordinária”. Responsável pela Paróquia de Santo Amaro, frei Damião Silva destacou a importância da festividade e o apoio da prefeitura para a realização do evento.

“A nossa festa é de grande importância não apenas para o calendário estadual, mas para a comunidade católica como um todo", pontuou o religioso.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM