Jornal do Commercio
DECRETO MUNICIPAL

Prefeitura do Recife regulamenta Lei de Tração Animal no município

De acordo com a lei, fica proibida a circulação de veículos de tração animal e a condução de animais com cargas em horários de pico

Publicado em 11/02/2019, às 17h48

A proibição ocorrerá gradualmente em um período de dois anos / Foto: Sérgio Bernardo /Acervo JC Imagem
A proibição ocorrerá gradualmente em um período de dois anos
Foto: Sérgio Bernardo /Acervo JC Imagem
JC Online

Atualizada às 21h48

Foi publicado nesse sábado (9) no Diário Oficial do Recife o decreto que regulamenta a Lei de Tração Animal no município. De acordo com a Lei Municipal n° 17.918, fica proibida a circulação de veículos de tração animal e também a condução de animais com cargas no Recife.

A proibição, regulamentada pelo Decreto Municipal n° 32.121/19, ocorrerá gradualmente em um período de dois anos. Durante esse período, a circulação está permitida somente em ruas com menor fluxo de veículos e em determinados horários. Até que seja implementada definitivamente, a circulação, a condução de animais com cargas e o trânsito montado ficam restritos às vias coletoras, que são aquelas que têm a finalidade de distribuir o fluxo de veículos para as vias de trânsito rápido ou arteriais), das 9h às 16h e das 21h às 6h. Nas vias locais, que são as ruas sem semáforos, destinadas ao acesso de áreas residenciais ou restritas, a circulação está permitida das 9h às 17h e das 20h às 6h.

Capacitação

Para que os carroceiros não sejam prejudicados, a Prefeitura do Recife irá fornecer capacitação para que possam ser inseridos em uma nova atividade econômica. Serão oferecidos cursos educacionais e profissionalizantes, que visam a elevação de escolaridade e a inserção no mercado de trabalho.



Multa

Caso a lei municipal seja infringida, a pessoa poderá ter o animal e a carroça apreendidos. Para readquirir, uma multa de R$ 500 deverá ser paga. De acordo com o secretário-executivo dos Direitos dos Animais do Recife, Robson Melo, a regulamentação foi pensada tanto para os animais quanto para os carroceiros. "Vamos garantir o bem-estar dos animais, mas sem esquecer das pessoas. Demos um prazo de dois anos para que os carroceiros possam se reorganizar e, com o apoio da Prefeitura, possam elevar seu nível de escolaridade e se qualificar para se inserir numa nova atividade econômica", afirmou.

Líder dos carroceiros

O líder da categoria no Recife, Marcos Batista, informou que não há previsão de um novo protesto ser realizado, mas que irá se reunir, com data ainda indefinida, com a Prefeitura do Recife para discutir sobre a questão. "Eu acho que isso não vai dar certo. Tem muito tempo pela frente ainda, mas como a prefeitura vai disponibilizar trabalho para todo mundo?", declarou Batista. O líder explicou ainda que além dos carroceiros, as esposas e os filhos também dependem do cavalo para sobreviverem. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM