Jornal do Commercio
ESTATÍSTICAS

Número de roubos em fevereiro foi o menor em 46 meses, diz SDS

Relatório divulgado nesta quinta-feira (14) afirma que este tipo de crime caiu 25,41% em relação ao mesmo mês de 2018

Publicado em 14/03/2019, às 16h30

Segundo a SDS, é a maior queda percentual registrada em 3 anos e 10 meses / Foto: Felipe Ribeiro/Acervo JC Imagem
Segundo a SDS, é a maior queda percentual registrada em 3 anos e 10 meses
Foto: Felipe Ribeiro/Acervo JC Imagem
JC Online

A Secretaria de Defesa Social (SDS) publicou nesta quinta-feira (14) um balanço do número de roubos em fevereiro de 2019 em Pernambuco. De acordo com o relatório, foram registradas 6.320 ocorrências, o que representa uma queda de 25,41% em relação ao ano passado. Em 2018, no mesmo mês, ocorreram 8.473 registros.

Segundo a SDS, é a maior queda percentual registrada em 3 anos e 10 meses. Fevereiro foi o 18° mês consecutivo de redução. A quantidade de queixas sobre Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) -- como os roubos são classificados pela SDS -- foi a mais baixa desde abril de 2015.

Agreste e Sertão lideram queda

O Agreste teve o maior percentual de queda entre as regiões do Estado. Foram 1.044 ocorrências no mês passado. No ano de 2018, houve 1.661 registros. A queda foi de 37,15%. O Sertão teve 27,99% roubos a menos registrados do que em fevereiro de 2018.  Foram 355 contra 493 do ano passado.

A Região Metropolitana do Recife (RMR), excluindo a capital pernambucana, registrou 1.998 CVPs no mês de fevereiro, contra 2.576 do mesmo mês de 2018. Uma queda de 22,44%.

O Recife também teve um menor número desse tipo de criminalidade verificada em todo o Estado. Com -22,25%, a capital passou de 2.998 roubos em fevereiro de 2018 para 2.331 no mesmo mês do ano corrente. Na Zona da Mata, houve -20,54% de diminuição nas ocorrências -- caindo de 745 para 592 -- entre os dois últimos fevereiros.



CRIMES

Roubos de celulares

Os números de roubos de celular também diminuíram comparação com fevereiro de 2018, foram -24,4% queixas a respeito dessa modalidade de CVP. As ocorrências saíram de 3.267 para 2.470, ou seja, 797 aparelhos deixaram de ser roubados. Com a atuação do programa Alerta Celular, 494 telefones foram recuperados em fevereiro deste ano para devolução aos verdadeiros donos.

Assaltos a ônibus

Os roubos a transportes coletivos caíram 16% em fevereiro de 2019, passando de 75 casos no mesmo mês de 2018 para 63 este ano. No acumulado dos últimos dois meses (janeiro e fevereiro), essa modalidade criminosa decresceu em 20,9%, passando de 134, no primeiro bimestre do ano passado, para 106 em 2019. De 1º de janeiro até o final de fevereiro deste ano, a Força-Tarefa Coletivos prendeu 28 praticantes de investidas criminosas a ônibus e outros veículos do transporte público de passageiros.

Bancos e instituições financeiras

Em relação a crimes violentos contra bancos, caixas eletrônicos e carros de transporte de valores, a queda foi de -67% no segundo mês deste ano, saindo de seis casos em fevereiro de 2018 para dois no mesmo período em 2019. Nos dois primeiros meses deste ano, a Força-Tarefa Bancos prendeu 11 pessoas com atuação em quadrilhas especializadas nessa modalidade de crime.

Cargas roubadas

Em fevereiro do ano passado, vítimas de roubo de veículos relataram 1.301 casos de roubos de carga. No mesmo mês em 2019, foram 957 registros, uma queda de -26,44%. De maneira semelhante, os crimes violentos com o objetivo de subtrair cargas apresentaram diminuição de 21,05%. As ocorrências decresceram de 38 para 30.

Armas apreendidas, prisões e tráfico 

As polícias de Pernambuco retiraram de circulação 1.187 armas nos dois meses iniciais de 2019. Além dessas apreensões, no mesmo intervalo de tempo foram efetuadas 5.863 prisões em flagrante. Também foram apreendidas 929 crianças e adolescentes que cometeram ato infracional. Em relação à repressão ao tráfico de drogas, foram registradas 1.054 ocorrências.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM