Jornal do Commercio
OPORTUNIDADE

Reeducandos são inseridos no curso de Manipulação de Pães

As atividades serão realizadas em cinco unidades prisionais do Estado

Publicado em 01/04/2019, às 15h47

O curso tem duração de 12 horas/ aula e é ministrado por uma equipe composta de padeiro, uma coordenadora e uma nutricionista da Ceasa  / Foto: Divulgação/ Seres
O curso tem duração de 12 horas/ aula e é ministrado por uma equipe composta de padeiro, uma coordenadora e uma nutricionista da Ceasa
Foto: Divulgação/ Seres
JC Online

A partir desta terça-feira (2), reeducandos de cinco unidades prisionais do Estado participarão do curso de Manipulação de Pães. O curso tem duração de 12 horas aula e será aplicado no Presídio de Santa Cruz do Capibaribe (PSCC), no Juiz Plácido de Sousa (PJPS), em Caruaru, também no Agreste, na Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes (PDEG), em Petrolina, no Sertão, no Presídio de Salgueiro (PSAL), também no Sertão, e na Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima (CPFAL), na Região Metropolitana do Recife (RMR).

O curso, que conta com aulas teóricas e práticas, é ministrado por uma equipe composta de padeiro, uma coordenadora e uma nutricionista do Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco Ceasa. "Ensinamos, por exemplo, que, no pão francês, não é necessário a utilização de açúcar, só no pão doce. O que fazer para o pão não ficar seco. Além disso são mostradas dicas para outros tipos de pão e de bolo”, informa Gleydson Leandro da silva, nutricionista da Ceasa", declarou Gleydson Leandro da Silva, nutricionista da Ceasa.



A iniciativa, que já contemplou 18 unidades prisionais e chegará as 23 do Estado, é promovida a partir de uma parceria entre a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (CEASA) e a empresa M Dias Branco.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM