Jornal do Commercio
Notícia
HIV

Ato no Recife é realizado em solidariedade às pessoas afetadas pela Aids

A mobilização aconteceu nessa sexta-feira (17) e denunciava a desaposentação das pessoas soropositivas

Publicado em 18/05/2019, às 19h12

O ato aconteceu nessa sexta-feira (17)  / Foto: Agência Brasil
O ato aconteceu nessa sexta-feira (17)
Foto: Agência Brasil
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Nessa sexta-feira (17) um ato em solidariedade às pessoas afetadas pela Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), causada pelo vírus HIV, foi realizado no Recife. Com o tema "Intensificando a luta pela saúde e pelos direitos", o ato promovido pelo Grupo de Trabalhos em Prevenção (GTP) Posithivo aconteceu em frente à sede da Previdência Social (INSS), localizada no bairro da Boa Vista, área central da capital pernambucana.

Os presentes na mobilização, chamada de À Luz de Velas, denunciavam a desaposentação das pessoas soropositivas. "A desaposentação para as pessoas com HIV, que são aposentadas por invalidez, estão sendo chamadas pela Previdência Social e na hora da perícia muitas vezes o perito nem olha as pessoas e nem os documentos. No caso das pessoas com HIV, eles pedem para elas voltarem para casa e recebem da Previdência Social avisando que o benefício será cortado'', declarou o coordenador geral do GTP Posithivo, Wladimir Reis.



Início

A desaposentação das pessoas com HIV teve início em 2016 no governo do então presidente Michel Temer. De acordo com o coordenador, o benefício serve de auxílio para os soropositivos em diversos aspectos. "Esse recurso possibilita o transporte para ela ir ao hospital, os atendimentos nos serviços de saúde, uma melhor qualidade de vida. Um salário mínimo que dá uma condição, pelo menos, de uma alimentação mais ou menos saudável", disse.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM