Jornal do Commercio
Notícia
CIDADE PARQUE

Projeto Parque Capibaribe entrega requalificação da Praça Otávio de Freitas, no Derby

Esta é a segunda etapa do Parque Capibaribe a ser entregue. Projeto trazer o rio de volta ao cotidiano dos recifenses

Publicado em 30/05/2019, às 10h35

Nova praça funcionará como anfiteatro / Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Nova praça funcionará como anfiteatro
Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Cidades

Os recifenses receberam um novo espaço público pensado para reconectar a cidade ao Rio Capibaribe. A Praça Otávio de Freitas, no Derby, área central do Recife, foi a segunda obra executada pelo projeto Parque Capibaribe, também responsável pela criação do Jardim Baobá, inaugurado em 2016. Em obras desde junho de 2017, a Via Parque das Graças, terceira etapa do projeto, deve ser inaugurada no segundo semestre do próximo ano.

O novo espaço, que antes era usado como estacionamento, funcionará não só como praça e área de convivência, mas também como anfiteatro. O custo total para sua implementação foi de R$ 827.634,79. “A praça, que servirá como uma esplanada para atividades culturais e de lazer, está em um ponto estratégico, proporcionando maior contato com o rio em uma área de muito fluxo no centro.”, pontuou prefeito do Recife, Geraldo Julio. Barreiras físicas serão colocadas nas rampas de acesso do equipamento para evitar a entrada de veículos. O Parque Capibaribe é um convênio entre a Prefeitura do Recife e o Inciti - Pesquisa e Inovação para as Cidades, programa de extensão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Via Parque das Graças

Na ocasião, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Guilherme Calheiros, confirmou que a entrega da terceira etapa do Parque Capibaribe, a Via Parque das Graças, deve acontecer no segundo semestre do próximo ano. “Estamos em fase de execução da obra e tudo indica que o espaço ficará pronto em setembro do ano que vem. Também estamos finalizando os projetos das demais etapas, assim como a recuperação de todo o trajeto que vai do Poço da Panela, passando pelo Parque Santana, até a Jaqueira, na Zona Norte do Recife”, diz. A ideia, segundo o secretário, é criar uma praça linear ao longo do rio com iluminação, brinquedos e equipamentos para a prática de esportes. Como a obra é de menor porte, a previsão é que seja entregue no início do próximo ano.



No projeto da Via Parque, uma área de 950 metros entre as pontes da Torre, nas Graças, e Capunga, no Derby, estão previstos um píer, playground, ParCão e áreas de lazer. Para além das margens do rio, as intervenções foram estendidas para as Ruas das Pernambucanas e Doutor Sebastião Leme, que se tornarão mais acessíveis e iluminadas. Poucos meses após o início, em 2017, as obras foram paralisadas, sendo retomadas apenas em março deste ano.

As etapas seguintes contemplarão os trechos entre o Parque da Jaqueira e o Jardim Baobá, nas Graças; do Jardim Baobá até a Ponte da Torre; da Ponte da Capunga até o Derby; e Da Praça Otávio de Freitas até a Fundação Joaquim Nabuco, também no Derby. Depois da requalificação de todos os trechos, a ideia é que margens de outros rios do Recife também entrem no projeto. “Aos poucos, se fizermos isso no Beberibe e no Tejipió, transformaremos o Recife numa grande cidade parque que se integra a partir dos rios”, ressalta o coordenador do Inciti e professor da UFPE, Roberto Montezuma.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM