Jornal do Commercio
Notícia
Animais

Brechó inaugurado no Recife ajuda a alimentar cães e gatos

A loja em prol de cães e gatos funciona no bairro da Boa Vista e aceita doações de roupas, calçados e objetos

Publicado em 12/06/2019, às 10h22

Brechó foi inaugurado em junho de 2019 / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Brechó foi inaugurado em junho de 2019
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Da Editoria Cidades

Quase todo mundo tem em casa um vestido que comprou e depois se arrependeu, uma bolsa que recebeu de presente e nunca será usada ou objetos que não combinam mais com a nova decoração da sala. Já pensou em se livrar das peças e ao mesmo tempo ajudar a alimentar cães e gatos abandonados? É exatamente essa a proposta do Brechó Eu Amo Animais – Bicharada Carente inaugurado em 3 de junho de 2019 no bairro da Boa Vista, Centro do Recife.

Instalado na sala 104 do Edifício Santalice (Rua Doutor Sebastião Lins, 127, na lateral do Cinema São Luiz), o brechó funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A renda arrecadada com a venda das peças é destinada à causa animal, informa o ativista e proprietário da loja, Elpídio Araújo. “O dinheiro será usado na compra de ração para 89 gatos e 13 cães que sustento num abrigo”, diz ele.



Doações

Antes de abrir o brechó, Elpídio Araújo recorria às redes sociais para pedir ração e alimentar os cães e gatos. “Como não chegava quase nada resolvi mudar e criei a loja para vender peças novas e seminovas”, declara. No espaço há roupas, sapatos, sandálias, bijuterias, cintos, bolsas, bonecos de pelúcia, CDs, DVDs, vinis e objetos de decoração entre outros artigos, com preços populares.

As pessoas interessadas em fazer doações para o brechó precisam levar os materiais até o Edifício Santalice. “Não tenho infraestrutura para ir buscar os materiais”, explica Elpídio Araújo. Informações sobre o projeto são atualizadas na fanpage da loja e no Instagram (@euamoanimaispe). Os telefones para contato são (81) 98474-8533 e (81) 99653-5276. Os cães e gatos do abrigo podem ser adotados.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM