Jornal do Commercio
Notícia
primeiro comando da capital

Polícia Federal caça 19 do PCC em Natal

De acordo com a PF, a facção criada nos presídios de São Paulo "enraizou" célula regional em Natal e em outras áreas do Estado

Publicado em 03/09/2019, às 13h50

A PF mobilizou 90 agentes e delegados para cumprirem as ordens judiciais nas cidades de Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante e Pau dos Ferros. / Foto: Agência Brasil
A PF mobilizou 90 agentes e delegados para cumprirem as ordens judiciais nas cidades de Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante e Pau dos Ferros.
Foto: Agência Brasil
Estadão Conteúdo

A Força-tarefa da Polícia Federal (PF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) deflagrou nesta terça-feira, 3, a Operação Extração para desarticular braço do PCC no Rio Grande do Norte. De acordo com a PF, a facção criada nos presídios de São Paulo "enraizou" célula regional em Natal e em outras áreas do Estado.

Desde o início de sua gestão no Ministério da Justiça e Segurança Pública, o ex-juiz da Lava Jato Sérgio Moro tem orientado a Polícia Federal - atrelada à sua pasta - a combater não apenas a corrupção, mas também a criminalidade violenta. A meta de Moro é sufocar as facções do crime organizado.

A Operação Extração conta, ainda, com o apoio da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, para execução de medidas cautelares ordenadas pela Justiça Estadual de Mossoró - foram expedidos 16 mandados de busca e apreensão, 18 de prisão preventiva, além de um de prisão temporária contra um advogado potiguar suspeito de integrar a organização criminosa.

A PF mobilizou 90 agentes e delegados para cumprirem as ordens judiciais nas cidades de Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante e Pau dos Ferros. As investigações foram intensificadas em junho, depois que a PF identificou o planejamento de um "salve" (ordem) pelo PCC no Estado.



Planos do PCC

Segundo a PF, a organização planejava aterrorizar a população, "por meio do incentivo dos faccionados à prática de ações violentas contra pessoas e prédios em várias cidades". No "salve" identificado pela PF, a facção criminosa também planejava ataques dentro do sistema prisional potiguar, incentivava a violência contra integrantes de facções rivais e sugeria confrontos com as forças policiais do Rio Grande do Norte. A PF informou que, durante as investigações, informações foram compartilhadas com autoridades do Rio Grande do Norte e medidas preventivas adotadas.

Não houve registro de atentados no período. Todos os presos ocupam posições de liderança na filial potiguar da facção criminosa PCC, destaca a Operação Extração.

O advogado preso temporariamente em Natal "teve especial participação na circulação do salve em junho de 2019". Ele era o suposto responsável pela comunicação e transmissão das ordens entre as lideranças presas e membros da alta cúpula da facção ainda em liberdade.

A PF assinala que o crime de promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa é previsto na Lei nº 12.850/2013, punido com pena de reclusão de 3 a 8 anos, e multa, sem prejuízo das penas correspondentes às demais infrações penais praticadas.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM