Jornal do Commercio
Análise
VIOLÊNCIA

Homicídios caem em Pernambuco, letalidade policial aumenta no País

Dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado nesta terça-feira

Publicado em 10/09/2019, às 10h00

Periferias concentram maior parte dos homicídios / JC Imagem
Periferias concentram maior parte dos homicídios
JC Imagem
JC Online

Entre 2017 e 2018 o crescimento de mortes provocadas pela Polícia no Brasil foi de 19,6%, mesmo diante da redução dos homicídios, latrocínios e dos crimes contra o patrimônio. Já os feminicídios corresponderam a 29,6% dos homicídios dolosos de mulheres em 2018: foram 1.151 casos em 2017 e 1.206 em 2018, crescimento de 4% nos números absolutos. São apenas alguns dos dados publicados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Editado desde 2007, o Anuário chega a sua 13ª edição mostrando bons números para Pernambuco. Na relação entre 2017 e 2018, houve um decréscimo de 30% no número de assassinatos no Estado. O gasto total com segurança também aumentou 5,8%.
Os detalhes sobre a publicação foram repassados à Imprensa na manhã desta terça-feira, em São Paulo. No caso dos feminicídios, desde que a lei 13.104/2015 entrou em vigor, os relativos ao crime subiram 62,7% . "A partir da análise dos microdados de 1.959 feminicídios, foi possível traçar um perfil dos registros criminais de feminicídio no Brasil", diz, em nota, o FBSP.

LETALIDADE

Com relação à letalidade policial, os Estados que apresentaram maior crescimento foram Roraima (183,3%), Tocantins (99,4%), Mato Grosso (74%), Pará (72,9), Sergipe (60,7), Goiás (57,1), Ceará (39%) e Rio de Janeiro (32,6).  "A série histórica dos registros de mortes decorrentes de intervenções policiais no Brasil indica um crescimento paulatino das mortes provocadas por policiais, o que faz com que as Polícias de vários Estados sejam percebidas como violentas. Se entre 2013 e 2015 podemos atribuir os baixos números às deficiências nos registros, a partir de 2016 podemos afirmar que os dados se mostram mais confiáveis e evidenciam o enorme desafio posto ao Estado Brasileiro no controle do uso da força de seus agentes estatais". 
Dados relativos a estupros também estão no documento.



"A análise trata do universo de crimes registrados nos anos de 2017 e 2018 pelo conjunto das Unidades da Federação, que somou o total de 127.585 ocorrências de estupro é estupro de vulnerável", diz o texto. 

"Dos microdados obtidos para essas ocorrências, as variáveis que apresentam maior grau de preenchimento são: sexo da vítima (94,7% de cobertura), idade da vítima (64,5%), cor da vítima (57,5%) e escolaridade da vítima (51,6%). Sobre a autoria, embora não haja informação sobre a autoria identificada ou desconhecida, há informação sobre o sexo do autor em 41,4% dos casos, sobre a cor do autor em 23,7% e sobre a idade do autor em 23,8%. Duas variáveis importantes são as que permitem identificar o vínculo ou relação entre autor e vítima e o local onde ocorreu a agressão, mas para as quais há informação em apenas 26,3% e 10,6% dos casos, respectivamente".

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();