Jornal do Commercio
Notícia
"não é não"

Gretchen é a estrela de clipe lançado pela Prefeitura do Recife contra assédio no Carnaval. Assista

Na vídeo-campanha, Gretchen aparece em frente a paisagens conhecidas do Bairro do Recife - Marco Zero, Rua do Bonfim, Cais do Sertão e Paço do Frevo - para lembrar que “não é não”

Publicado em 13/02/2020, às 11h50

A artista canta uma versão adaptada de ‘Conga La Conga’ / Foto: Reprodução
A artista canta uma versão adaptada de ‘Conga La Conga’
Foto: Reprodução
Maria Lígia Barros

 “Lança a tua braba, mulher, e faz o que quiser”. Repetindo o sucesso dos anos passados, a Prefeitura do Recife lançou pelas redes sociais, nesta quinta-feira (13), o videoclipe ‘Manual Prático de Como Não Ser um Babaca no Carnaval’. Desta vez, a campanha é protagonizada por Gretchen, que canta uma versão adaptada de ‘Conga La Conga’. 

>> Saiba como a mononucleose, doença do beijo, pode ser evitada no Carnaval

>> Confira a programação de prévias do último sábado antes do Carnaval (15) em Olinda e Recife

>> Prefeitura do Recife anuncia Revelação, Clareou, Cordel do Fogo Encantado e Emicida na programação do Carnaval 2020

>> Confira programação oficial do Carnaval do Recife 2020

A ‘rainha dos memes e do rebolado’ aparece em frente a paisagens conhecidas do Bairro do Recife - Marco Zero, Rua do Bonfim, Cais do Sertão e Paço do Frevo - para lembrar que “não é não”. “Não força, babaca, eu beijo quem eu quero. E se insistir, eu ligo 180”, entoa.

Veja o vídeo:

Por que Gretchen?

Para a secretária da Mulher do Recife, Cida Pedrosa, a cantora, além de ícone da internet, é um exemplo de mulher, “que tem ido para cima dizer o quanto importante é nossa fala e nossa voz. ”.  Cida destaca o papel que a artista desempenha na internet e na televisão, indo para cima 

“Ela tem confrontado as piadas machistas que são feitas com o filho dela, que é trans. Ela vai para cima e defende. Quando fizeram a piada de extremo mal gosto sobre a esposa do (presidente da França)Macron, comparando ela a um mico leão dourado, por ser mais velha, Gretchen foi a primeira que foi para a internet se posicionar contra, escrevendo ‘Pardon, Brigitte’”, afirma. 

“É uma mulher que sofreu muito. Ela poderia ter ficado só no lugar do objeto sexual que quiseram fazer dela a vida inteira. Mas ela dá a volta por cima diz: ’eu não sou um objeto sexual. Sou uma mulher que tem as dores que uma mulher que teve que sobreviver tem que passar. E me respeite’”, comenta. 

“E o que estamos fazendo neste Manual é isso: dizendo que nós temos que ser respeitadas independente das roupas que usamos, de termos bebido a mais ou não, da idade que tenhamos - sejamos jovens ou coroas”, ponderou.



Este é o segundo ano de campanha em que é produzido um videoclipe. No Carnaval passado, a protagonista foi Alcione Alves, responsável por popularizar os termos ‘teile e zaga’ em dublagens de humor na web. “A gente sempre tem usado a linguagem que os jovens estão utilizando, para que isso consiga chegar ao maior número de pessoas possíveis e atingir o pessoal jovem que frequenta o Carnaval”, diz. “O que a gente espera é que a educação suplante a possibilidade dos homens infringirem as regras.”

Segundo a secretária, a campanha de 2019, mais robusta que nos anos passados, garantiu ao Recife o Carnaval mais tranquilo para mulheres em 10 anos. “A gente teve três denúncias só e uma prisão em flagrante”, revelou. “Teve muito mais mulheres buscando ajuda e informação.”  Foi o primeiro Carnaval depois de aprovada a lei federal  13.718, que tipifica o crime de importunação sexual. O texto define o delito como a prática "contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro".

 
O Manual 2020 completo, nas versões digital e impressa, será lançado até terça ou quarta-feira da semana que vem, conservando a linguagem jovem e antenada. O material no formato eletrônico, que pode ser compartilhado nas redes sociais, conta com spot para rádio, cards para as redes sociais, gifs e memes. 

Esse conteúdo, de acordo com Cida Pedrosa, acaba servindo para o País inteiro. “Ano passado o ‘teile e zaga’ saiu até em Portugal, tomou um caráter internacional. A gente acredita que esse ano o manual eletrônico vai bombar, e a nossa vontade é que ajude mulheres do Brasil todo. Tanto é que a gente divulga o número 180, que é do Ministério Público Federal”, torce. 

Já a versão impressa vai compor o Kit do Folião, entregue pela Secretaria municipal de Turismo e Lazer aos turistas que chegarão para os dias de folia. “Para a gente é muito importante informar a quem é de fora as nossas regras”, defende a secretária. Os técnicos de educação da pasta também vão distribuir os panfletos durante os dias de folia. 

Serviços de atendimento especializado

Para assegurar a segurança das mulheres durante o Carnaval, a prefeitura disponibiliza serviços de atendimento ao público feminino. Oferecendo o serviço de advogadas, psicológas e assistente social, o Centro Clarice Lispector vai funcionar das 7h às 17h na Rua Bernados Guimarães, em Santo Amaro, na rua da Universidade Católica de Pernambuco. A partir deste horário, até às 2h, o serviço se muda para o Bairro do Recife, na rua da Torre Malakoff, na alfândega de serviços. Lá, além do atendimento especializado, haverá uma equipe pronta para levar mulheres que foram vítimas de violência para a delegacia ou para casa, com a brigada Maria da Penha de plantão. “Ano passado a gente levou para casa duas mulheres em situação de vulnerabilidade”. 

Depois das 2h, médicos e psicólogos atenderão em plantão no Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência – Sony Santos, no Hospital da Mulher do Recife.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM