Jornal do Commercio
Carnaval 2018

Foliões caem no frevo em Olinda no Sábado de Zé Pereira

Lugar ideal para quem quer fugir da muvuca do Galo da Madrugada, Olinda começa cedo a folia nesse primeiro dia de Carnaval

Publicado em 10/02/2018, às 15h18

A festa começou cedo neste sábado (10), com a primeira troça saindo às 8 horas da manhã  / Foto: Divulgação / Prefeitura de Olinda
A festa começou cedo neste sábado (10), com a primeira troça saindo às 8 horas da manhã
Foto: Divulgação / Prefeitura de Olinda
JC Online

Atualizada às 16h07

Olinda é o local ideal para quem quer fugir da muvuca do Galo da Madrugada no Sábado de Zé Pereira, mas ainda assim quer se jogar no Carnaval. A festa começou cedo, com a primeira troça saindo às 8 horas. Além dos principais blocos, Olinda contará com um mix de ritmos durante todo o dia. Teve agremiação para todos os gostos e idades, que passam pelo frevo, maracatu, bois, entre outros.

Os foliões puderam contar com o bloco Hoje a Magueira Entra, o bloco Eu Acho é Pouco, Ceorula, John Travolta e virando a noite deste sábado (10) pro domingo, tem a tradição do Homem da Meia Noite.

Steveson Pereira e Brena Carolaine foram para Olinda no Sábado de Zé Pereira fantasiados de mexicanos. “A gente vem todo ano e está muito tranquilo, muita segurança. Chegamos de 13h, passamos pela Sé e Ribeira. Tem muita gente aqui hoje, diferente de outros sábados de Carnaval em Olinda”, conta o vigilante Steveson. A arquiteta pernambucana Clistiane Araújo, de 43 anos, vai todos os anos para as ladeira. “O Carnaval daqui é sempre bom. Vim fantasiada de Diabo louro, em homenagem a Alceu Valença”, contouo. 



A fama do carnaval pernambucano trouxe os cearenses Joaquim Carlos, Marcelo Rocha, Davi Carioca para conhecer o Carnaval de Olinda. A fantasia deles é inspirada no seriado La Casa de Papel. “É o melhor Carnaval do mundo, está muito tranquilo e bem policiado. É a primeira vez que venho”, diz o fisioterapeuta Davi Carioca. 

Inácio Falcão, ator, arte educador e produtor cultural foi fantasiado de Papa Frevo. “Estou denunciando e orando pra que acabe a corrupção pra ver se sobra dinheiro, educação e segurança pra nós”, afirmou. Ele ainda canta uma música que faz uma sátira aos políticos brasileiros. "Não sou governo nem oposição, quero saber onde pegar o Mensalão. Mensalão! Eita Brasil para ter ladrão! Petrolão! É o país da corrupção!". 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Tradição

E por falar em tradição, é impossível deixar de fora a calunga que é símbolo da folia em Olinda. Pontual como um lorde, o Homem da Meia Noite sai da sua sede, no Bonsucesso, a zero hora, para saudar os que sobreviveram à maratona do primeiro dia. Não é bloco para os fracos. Mas quem fica não se arrepende. Ver e sentir a magia da calunga é uma emoção para se guardar pelo resto da vida.

Veja a programação do Carnaval de Olinda:




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM