Jornal do Commercio
Carnaval 2018

Unidos da Tijuca é a primeira a desfilar na Sapucaí esta segunda

O homenageado do enredo é o multiartista Miguel Falabella

Publicado em 12/02/2018, às 21h17

Além da Unidos da Tijuca, hoje passarão também no Sambódromo a Portela, a União da Ilha, o Salgueiro, a Imperatriz e a Beija-Flor / Foto: Riotur
Além da Unidos da Tijuca, hoje passarão também no Sambódromo a Portela, a União da Ilha, o Salgueiro, a Imperatriz e a Beija-Flor
Foto: Riotur
Agência Brasil

Primeira a chegar, a bateria da Unidos da Tijuca entrou há pouco na avenida Marquês de Sapucaí para se posicionar para o início do desfile das escolas de samba desta segunda-feira. Os componentes, vestidos de terno azul e de peruca loura representam o multiartista Miguel Falabella, homenageado do enredo Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem.

A ritmista Elizabeth Ferreira Lima, há oito anos integrante da bateria comandada pelo mestre Casagrande, disse antes de desfilar na avenida que está se sentindo muito bem no personagem. “Eu estou superfeliz, até porque fui colega de turma dele na universidade e conheço o talento de Miguel Falabella deste então. Lá nos anos 70”. Os dois fizeram o curso de Letras Português/Inglês.



Emerson,  diretor da ala de chocalhos onde toca Elizabeth, também está satisfeito em participar da homenagem. “É maravilhoso e eles estão maravilhosos”, contou, se referindo também a fantasia dos componentes da bateria.

Além da Unidos da Tijuca, hoje passarão também no Sambódromo a Portela, a União da Ilha, o Salgueiro, a Imperatriz e a Beija-Flor.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM