Jornal do Commercio
Notícia
Folia

Alegoria do galo gigante do Galo da Madrugada 2020 apresentada no Recife

O mistério sobre o projeto e conceito do Galo terminou nesta terça (28)

Publicado em 27/01/2020, às 19h40

Leopoldo Nóbrega é o artista que assina a alegoria do Galo da Madrugada em 2020 / Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leopoldo Nóbrega é o artista que assina a alegoria do Galo da Madrugada em 2020
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
JC Online

Matéria atualizada no dia 28 de janeiro

O mistério sobre o projeto e conceito do Galo da Madrugada de 2020 chegou ao fim nesta terça-feira (28), quando a Prefeitura do Recife e o artista Leopoldo Nóbrega, responsável por confeccionar a alegoria em 2020, apresentaram o grande símbolo do Carnaval pernambucano. O majestoso Galo da Madrugada Gigante, que é erguido na Ponte Duarte Coelho, no centro do Recife, sempre levanta polêmica.

>>> Conheça a camisa oficial do Galo da Madrugada 2020

>>>'Carnaval começa no Galo da Madrugada'. Aprenda a cantar o hino do Galo para o Carnaval 2020

A expectativa é de que ele esteja de pé na madrugada do dia 21 de fevereiro (sexta-feira), data da abertura oficial do Carnaval do Recife 2020. O Galo chega em 2020 pesando sete toneladas - contando a estrutura metálica e toda a parte cenográfica, referente a fantasia que ele veste. Quando pronto e montado, a alegoria chegará a 28 metros de altura.

Leopoldo assina a autoria do projeto pelo segundo ano consecutivo, aliando tecnologia e arte na execução. O Galo deste ano reforça também o conceito da sustentabilidade, fazendo uso de materiais já utilizados na alegoria de 2019. Entre as novidades, a iluminação permitirá que a alegoria fique acesa também à noite.

De acordo com a organização, este ano, o Galo vem ECOfuturista, vestido com resíduos tecnológicos, arte, luzes de LED e contará com a participação de crianças na produção cocriativa de forma inédita.

Artista plástico, designer e cenógrafo, Leopoldo recorre à mesma forma utilizada para construir o Galo de 2019, buscando inspiração na moda para formatar o projeto atual. “Eu queria rever as previsões da “moda futurista” dos anos 60 e repensar como aquela estética geométrica circular padronizada dialogaria com a realidade de hoje. Foi aí que surgiu uma fantasia escultórica, com estrutura modulada de discos de vinil descartados, composta por materiais alternativos e sobras do Galo Artesão (2019), questionando o próprio lixo tecnológico como desejo de consumo e ponto de partida para uma artesania autoral. A sustentabilidade não sai da moda e ela tem seu legado fundamental nessa história”, explicou Leopoldo.

O look do Galo para a folia de 2020 

Utilizando elementos do circo, a gola da vestimenta do Galo é uma referência buscada nos séculos XVI e XVII, mas um elemento sempre presente nos personagens do picadeiro.

As cores escolhidas remetem à explosão de energia da infância. Essas cores estarão, principalmente, em vinis pintados por crianças de 3 a 12 anos e alinhados a placas de LED, fazendo alusão ao "fuxico", a arte de emendar retalhos produzindo um efeito colorido.

Para o rabo do Galo, cada pontinha terá uma estrutura helicoidal, que girará em direções opostas, causando um efeito de movimento com a força do vento. A crista terá um degradê com as cores do arco-íris.

A estrutura da alegoria do galo gigante

O protagonista do Carnaval do Recife contará com iluminação e efeitos digitais. Ao todo, são 38 placas de LED outdoor de alta resolução e mais de mil Clusters de LED que iluminarão a alegoria dia e noite. Cada placa de LED fará parte de um mapa digital com programação sofisticada de efeitos gráficos e luminosos. Para a montagem da alegoria, Leopoldo Nóbrega conta com uma equipe formada por 30 profissionais.

A equipe técnica é composta por artesãos e carnavalescos da Bomba do Hemetério, Arruda e bairros vizinhos.

Quando chegar a hora de ser erguido na Ponte Duarte Coelho, a alegoria, que é feita sob medida para encaixar em um guindaste de 70 toneladas, estão previstas 20 horas de trabalho, a partir do dia 18 de fevereiro.



‘Vocês vão ficar chocados’

Responsável por assinar a peça no Carnaval também em 2019, Leopoldo Nóbrega garantiu ao Jornal do Commercio , antes da coletiva de apresentação oficial, que neste ano deixaria todos “chocados”. Desta vez, a maior figura da folia recifense se erguerá na Ponte Duarte Coelho com o tema 'O Galo Circense de Olho no Futuro', em sintonia com o tema do Carnaval da capital pernambucana 'O universo do circo, a criança e a cultura popular'. 

“Eu vou apresentar todo o projeto e vocês vão ficar chocados!”, frisou Leopoldo.

Veja outras alegorias do Galo da Madrugada em anos anteriores

 

 Relembre o Galo da Madrugada nos anos anteriores

2019

Em 2019, o Galo da Madrugada faz uma homenagem às mulheres: costureiras, cantoras, organizadoras, carnavalescas, passistas, e outras mulheres que de alguma forma o ajudaram a se consolidar como o maior bloco de Carnaval do mundo.

Chamada de “Galo Artesão”, a alegoria teve roupa confeccionada com 50% de tecidos reutilizados do Polo de Confecção de Pernambuco. A peça teve um visual inspirado no jeans e em elementos afro.

2018

A decoração do ano de 2018 fez uma homenagem ao frevo. De sombrinha em punho, o Galo esteve coberto com 700 penas de PVC, com direito a 15 inéditas estamparias e grafismos criados especialmente para a folia. A execução do Galo Gigante da Ponte, foi realizada pelo iluminador e cenógrafo Edson Lira, especializado em elementos decorativos tridimensionais e de grande porte. A cabeça e os foram esculpidos manualmente pelo artesão Mestre Tonho, famoso por suas figuras e bonecos em cenografias de Carnaval e presépios natalinos de cidades como Olinda. 

2017

Em 2017, um dos maiores símbolos do Carnaval de Recife e também de Pernambuco, o Galo da Madrugada foi grafitado. Quem assinou a alegoria foi o apresentador e artista plástico Flávio Barra. 

2016

No ano de 2016 o Galo contou com a assinatura do artista plástico Sávio Araújo e desfilou com diversas referências. A crista/coroa do Galo representou o Maracatu Nação Porto Rico, a lança simbolizou o Clube Misto Pão Duro, e os óculos representaram o Maestro Forró e o cantor Chico Science, que completaria 50 anos em 2016.

2015

Sob o tema “Asas da América, Asas para o Frevo”, em homenagem ao compositor caruaruense Carlos Fernando, a alegoria o Galo de 2020 surgiu diferente. Articulada, movimentando a cabeça e as asas, além de trajar uma roupa brilhante de lamê nas cores roxa, vermelha e dourada. O Galo de 2015 foi criado por Sávio Araújo.

2014

As principais obras do escritor Ariano Suassuna foram retratadas nos carros alegóricos e fantasias do desfile do Galo da Madrugada, que homenageou o dramaturgo em 2014. Foi o 37º desfile da agremiação, que teve como confeccionador o artista plástico Sávio Araújo.

2013

No ano de 2013, a escultura, assinada pelo artista plástico Sávio Araújo, foi batizada de Galo Maestro da Ponte e prestou condolências aos dois homenageados do Carnaval do Recife: Naná Vasconcelos, que foi  lembrado pela estampa africana do colete do galo, e Alcir Lacerda, com uma máquina fotográfica pendurada no pescoço.

2012

Em 2012, as peças do galo gigante vieram de Igarassu e foram idealizadas pelo artista plástico Sávio Araújo. O ano contou com uma novidade que poderia ser vista sobretudo à noite, com uma nova iluminação da escultura. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM