Jornal do Commercio
Aumento

Tarifa de pedágio da Rota do Atlântico sofre reajuste em janeiro

Os novos valores são válidos a partir do dia 4 de janeiro de 2017

Publicado em 27/12/2016, às 12h40

Com o aumento, que é de 6,06% IPCA, o valor para carros de passeio, caminhonetes e furgões sobe para R$ 7 / Divulgação
Com o aumento, que é de 6,06% IPCA, o valor para carros de passeio, caminhonetes e furgões sobe para R$ 7
Divulgação
JC Trânsito

A partir da meia-noite da próxima quarta-feira (4), as pessoas que passarem pela Rota do Atlântico, via de acesso às praias do Litoral Sul de Pernambuco, devem ficar atentos ao aumento na tarifa de pedágio. A autorização da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Pernambuco (ARPE) foi publicada no Diário Oficial nesta terça-feira (27).



Novos valores

Com o aumento, que é de 6,06% do IPCA, o valor para carros de passeio, caminhonetes e furgões sobe para R$ 7. Caminhões leves e ônibus (com rodagem dupla e dois eixos) passarão a pagar R$ 14. Para os caminhões com semirreboque e ônibus (rodagem dupla e três eixos), a tarifa será de R$ 21. Motonetas, motocicletas e bicicletas a motor pagam R$ 3,50. 






Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM