Jornal do Commercio
Colisão

Vídeo mostra momento de acidente que resultou em duas mortes na Tamarineira

Duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas no acidente

Publicado em 27/11/2017, às 06h55

O acidente aconteceu no cruzamento da Rosa e Silva com a Cônego Barata / Foto: Reprodução
O acidente aconteceu no cruzamento da Rosa e Silva com a Cônego Barata
Foto: Reprodução
JC Online

Um vídeo gravado por câmeras de circuito de segurança mostra o momento exato em que aconteceu o acidente que matou duas pessoas e deixou outras quatro feridas no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Cônego Barata, no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife, na noite desse domingo (26). Na imagem é possível observar quando o Ford Fusion avança o sinal, em alta velocidade e colide na lateral do SUV Toyota RAV4, onde estavam cinco pessoas, incluindo duas crianças.

De acordo com o delegado Ricardo Silveira, que registrou o caso, o condutor do Ford Fusion, João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, de 25 anos, responderá por duplo homicídio doloso (quando há intenção de matar ou se assume o risco) e três lesões gravíssimas. João teve ferimentos leves e foi levado para a UPA da Caxangá, na Zona Oeste do Recife, onde fez teste de alcoolemia, que apontou 1,03 mg de álcool por litro de sangue. Pela lei brasileira, o máximo permitido é de 0,05 mg de álcool por litro de sangue. Victor foi levado para a Central de Plantão da Capital, onde permanece.



No outro veículo estavam cinco pessoas. A advogada Maria Emília Guimarães, de 39 anos e a babá, Roseane Maria de Brito, de 23 anos, que segundo familiares, estava grávida, chegaram a ser socorridas para o Hospital da Restauração, mas não resistiram aos ferimentos e faleceram. O condutor do SUV, Miguel Filho Motta Silveira, 46 anos, ficou ferido e foi levado para o Hospital Santa Joana. Os filhos do casal também ficaram feridos. Miguel Arruda da Motta Silveira Neto, de 3 anos, foi encaminhado para o Hospital Santa Joana. A irmã dele, Marcela Guimarães Motta Silveira, de 5 anos, foi para o HR.

Histórico

O Fusion tem várias multas por excesso de velocidade, avanço de sinal e pelo motorista falar ao telefone no trânsito. Não é possível afirmar, entretanto, se as multas são relacionadas a Victor.


Recomendados para você


Comentários

Por Mark Twain,30/11/2017

Interessante ressaltar aqui que, quando algum legislador, tipo um Bolsonaro da vida, tenta redigir leis mais duras em relação a todo e qualquer tipo de crime, inclusive leis severas para crimes de trânsito, sempre a população não presta o apoio devido, não ao parlamentar, per si, mas àquela legislação que poderia frear com mais eficiência a sanha violadora da norma penal. Surgem centenas de grupos dos chamados POLITICAMENTE CORRETOS, alienados, ignorantes e até mesmo gente esclarecida que atua na área do Direito Penal, tentando passar à população que aquele que violou a norma penal é um coitado, uma vítima social etc. Para se ter uma ideia de como essa coisa toda funciona nos bastidores das políticas de segurança pública no Brazil, tem professor(a) de Direito Penal, nas Universidades Federais e particulares, que se comporta em sala de aula da forma mais alienada possível, passando a imagem de um país que, definitivamente, não existe. Pregam que o agressor é um pobre coitado, uma vítima do sistema social burguês etc. ISSO MESMO! Quer um exemplo bem claro?! Vá à uma universidade federal, Curso de Direito, ou mesmo uma grande universidade particular aí do Recife/PE, para saber o que está sendo ensinado nas salas de aula da cadeira de Direito Penal. Você ficará horrorizado! Pensará que, tomando como exemplo esse sujeito que colidiu com um veículo e matou três pessoas, que o culpado por isso é você e não o próprio sujeito, pois você alimenta um sistema injusto, agride a possibilidade desse sujeito ser uma pessoa de bem e por aí vai. Isso é o que ensinado! Vi professoras e professores tentarem me ensinar, à época, que essa escória da sociedade só existe por conta do capitalismo, que tolhe a possibilidade de um sistema mais justo e, por via de consequência, acabaria fabricando esses agressores sociais, portanto, o grande culpado era eu, que não abria as portas de minha casa para maloqueiros, assassinos, vagabundos, alcoólatras, agressores sociais de todo tipo etc. Vejam só isso! SEM EXAGERO ALGUM ISSO TUDO QUE ESCREVO AQUI! Por isso que é muito difícil, no Brazil, redigir leis para serem votadas que reflitam, autenticamente, o sentimento e o desejo da maioria da população que anseia por justiça e reparação da parte de quem viola constantemente as leis penais. A alienação começa nas universidades, nos cursos de Direito, com as exceções de praxe. Tem professor de Direito Penal que viaja a países ditos socialistas e chegam à sala de aula, depois, dizendo que lá nesses países, que de socialistas não tem nada, encontra-se o "verdadeiro" paraíso bíblico. Esse alunado, quando escuta essas coisas, começa a criticar indistintamente o sistema, critica a ação mais enérgica da polícia, dos legisladores que desejam leis penais mais duras etc. Observando tudo isso de modo passivo está a população que, de resto, só se mexe ou lembra dessas coisas em momentos de comoção geral por conta de tragédias como a que ocorreu domingo passado aí no Recife/PE. Daqui a 10, 15, 20 anos, pode apostar nisso, tudo estará como antes. Eis um dos retratos de um povo fracassado, de uma nação fracassada em todos os sentidos.

Por Daniel,27/11/2017

O que esse cara precisa é passar longos anos em regime fechado, no mais estariamos voltando a selvageria... Duas familias destruidas! Nao posso garantir mas o que me vem a cabeça é a criação que esse cara recebeu... 100 limites!

Por Antonio Gomes,27/11/2017

Se fizéssemos um julgamento correto junto à população, qual seria a sentença para esse monstro-assassino, verme da sociedade? Sem sombra de dúvida, que uns 80% da população, sentenciariam a pena capital e os 20% restante, a prisão perpétua com trabalhos forçados. As leis desse país não podem ficar protegendo seres desqualificados, “elementos de pior espécie que a terra brota em conexão com as trevas”. A mudança na lei tem que ser realizada urgentíssima, antes que mais pessoas inocentes venham a se tornar vítimas de bandidos como esse. A sociedade não agüenta mais de ver tanta impunidade. Monstro como esse, tem que ser sentenciado à pena máxima e pedir em oração aos anjos de luz que faça uma vigilância eterna, para que sua alma não ultrapasse a milésima Linha da divisão entre as trevas e o purgatório. A universidade, onde esse monstro estuda, não pode e não deve fazer desse inconseqüente-assassino, um aluno, pois iria trazer maus fluídos para instituição e em seguida a falência. Acredito que o nome desse vagabundo sanguinário, irá servir apenas como péssimo exemplo aos alunos e que ele apodreça eternamente na cadeia. Infelizmente aqui nesse país, não há trabalhos forçados e nem 20 chicotadas diárias, para suprir a dor da família e nem a dor dos amigos e nem de todos aqueles que estão revoltados.

Por Gabriel,27/11/2017

Brasil, o país do jeitinho, onde os poderosos, financeiramente falando, corrompem, burlam e matam os cidadãos honestos. A justiça divina do nosso verdadeiro Deus é que deve prevalecer nesta hora! Em oração por todos os familiares que sobreviveram a essa tragédia. Que Deus livre essas crianças e o pai da morte!!!!!

Por Silva,27/11/2017

Ele também é cria dos guardas corruptos que aceitam dinheiro para então liberar o meliante. Tragédia é o lema para esse estado "desgovernador".



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM