Jornal do Commercio
Trânsito

Motoristas tentam desviar de protesto e se envolvem em colisão na BR-232

Sete veículos se envolveram na colisão, que deixou duas pessoas feridas

Publicado em 10/08/2018, às 13h30

A motorista de um dos carros e uma passageira ficaram feridas com a batida / Foto: Divulgação/PRF
A motorista de um dos carros e uma passageira ficaram feridas com a batida
Foto: Divulgação/PRF
JC Online

Uma colisão envolvendo sete veículos deixou duas pessoas feridas, na manhã desta sexta-feira (10), no quilômetro 54 da BR-232, no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, no sentido Recife. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), devido ao protesto realizado no quilômetro 48 da BR-232 e à interdição da via, na tentativa de desviar, veículos retornaram pelo acostamento da rodovia, na contramão.

Ainda de acordo com a PRF, um dos carros que seguia pelo acostamento caiu em uma vala. O motorista de um dos veículo que estava atrás, uma caminhonete, pegou uma das faixas da BR-232, na contramão, para tentar desviar. O condutor de um caminhão, que seguia no sentido correto da rodovia, para não colidir de frente com a picape, jogou o veículo para o acostamento e colidiu com os automóveis.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

A motorista de um dos carros e uma passageira ficaram feridas na batida. Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para o Hospital João Murilo, em Vitória. O condutor da caminhonete se evadiu do local.

Serviço

Em caso de acidente, o motorista ou as testemunhas devem entrar em contato com os órgãos de trânsito dos municípios. Na Região Metropolitana do Recife, os principais telefones são:

Locais Telefone
Recife 0800.081.1078
Olinda (81) 3305.1021
Jaboatão 3342.1857
Cabo (81) 3521.6763
Paulista (81) 98181.2070
Camaragibe (81) 3458.2983
BRs 191
PEs 190
Quando há vítimas 192 e 193


Comentários

Por Luiz Jose da Silva,10/08/2018

É isso que dar esses protesto irresponsáveis e criminosos, feito por esses movimentos manipulados por aproveitadores de pessoas leigas, já está na hora das autoridades tratarem com mais pulso forte e não deixarem atrapalhar o dia a dia das pessoas que trabalham.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM