Jornal do Commercio
Fique atento

Multas por videomonitoramento em novas vias do Recife

A partir do dia 11, vias de Nova Descoberta, Brasília Teimosa, Ibura e Afogados passam a ter fiscalização em tempo real

Publicado em 04/09/2018, às 08h15

Nova Descoberta foi um dos bairros que recebeu o equipamento, cujo principal objetivo é coibir estacionamento irregular / Divulgação/Inaldo Lins
Nova Descoberta foi um dos bairros que recebeu o equipamento, cujo principal objetivo é coibir estacionamento irregular
Divulgação/Inaldo Lins
Cidades

O número de vias do Recife que passam a ser fiscalizadas por videomonitoramento avança lentamente. Um ano e quatro meses depois de utilizar as primeiras dez câmeras para aplicar multas, em tempo real, via Central de Operações de Tráfego (COT), a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) anuncia o funcionamento de mais dois equipamentos e remanejamento de outros dois, a partir da próxima terça-feira (11). O principal objetivo das câmeras é coibir estacionamentos irregulares, especialmente em áreas de carga e descarga.

Novos aparelhos já estão instalados, mas sem multar, desde julho na Rua Nova Descoberta, no bairro de mesmo nome, na altura do cruzamento com a Rua Vereador Otacílio de Azevedo, na Zona Norte, e na Rua Expedicionário Francisco Vitoriano, na UR-5, Ibura, na Zona Sul.

Outros dois foram deslocados. Um saiu da Avenida Conselheiro Aguiar, no cruzamento com a Rua Padre Carapuceiro, em Boa Viagem, para a Rua Arabaiana, em Brasília Teimosa, na Zona Sul. Já na Zona Oeste, a câmera existente no Largo da Paz, em Afogados foi para a Rua do Acre, no cruzamento com a Estrada dos Remédios, no mesmo bairro.

“Os resultados têm sido positivos, há uma mudança de comportamento nos pontos onde há câmeras e as infrações caem. Diante da eficácia, estamos indo para áreas de periferia onde há grande demanda da população. São locais que já sinalizamos e ainda assim há reclamações de muita carga e descarga em horário irregular, prejudicando o trânsito”, informa a presidente da CTTU, Taciana Ferreira.



Segundo a gestora, os dois equipamentos remanejados estão em vias que já tiveram uma grande queda de infrações. No caso do Largo da Paz, o ponto foi o que contabilizou o maior número de multas, desde a implantação dos aparelhos, em 3 de maio. Até o dia 31 de agosto, foram 3.307 autuações. O da Avenida Conselheiro Aguiar teve 441. Bem diferente da câmera da Avenida Dois Rios, com apenas 18 autuações. Neste último houve problemas de transmissão, segundo a CTTU. Juntos, os aparelhos registraram 5.862 flagrantes.

REMANEJAMENTO

Vale salientar que nem todas as infrações podem ser notificadas de forma remota. Aquelas que precisam ser validadas por equipamentos aferidos pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) ou necessitam de abordagem dos agentes ficam de fora. Já estacionar irregularmente, formar fila dupla, fazer conversão proibida, conduzir motocicleta sem capacete e outras infrações que dispensam a presença do guarda e aferições são passíveis de multa.

As câmeras possuem um raio avançado de alcance de 300 metros e as multas são aplicadas por 20 agentes de trânsito, em turnos variados, dedicados exclusivamente para acompanhá-las. Não há projetos par a expansão da fiscalização por videomonitoramento, autorizado desde 2015, no País.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM